desporto mocambicano

Paulo Oliveira e Miguel Alberty cumprem com desafio Rally Dakar e trazem medalha para Moçambique

  • 232

O piloto Paulo Oliveira, acompanhado pelo co-piloto Miguel Alberty, concluío este domingo, 15 de Janeiro, às 14 etapas de Rally Dakar que vinha decorrendo desde o dia 31 de Dezembro de 2022, tendo terminado na 38.ª posição da classe dos carros SSV (Side by Side Vehicle) e 118.ª posição da classificação geral que envolve todos veículos participantes naquela que é tida como a prova de elevadíssimo grau de dificuldade no desporto motorizado, na sua 45.ª edição do rali de todo-o-terreno, que terminou em Dammam, na Arábia Saudita.

 

Por Redacção LanceMZ

 

Oliveira cumpriu assim a sua segunda presença nesta competição de todo-o-terreno desta feita ao volante de um carro SSV, sendo que na estreia competiu na especialidade de motos, tendo também cumprido o desafio de chegar até à meta, ou seja, ao último dia e etapa da competição.

 

O piloto que correu em nome da Bandeira moçambicana usou a sua conta oficial no Facebook para a fazer a avaliação da participação nesta prova que compreendeu cerca de 8600 kms de etapas com 4500 kms cronometrados.

 

“Foram Muitas histórias e peripécias para contar, estivemos  ”quase” duas vezes fora da corrida, a primeira ao meter combustível o bombeiro colocou mal a mangueira de saída de ar que causou bastantes danos no nosso depósito e a segunda ao danificarmos o nosso radiador com o sobre aquecimento ao tentarmos ajudar um outro concorrente, tudo se resolveu”, contou Oliveira.

 

Ao todo foram 14 etapas e um prólogo cumpridas em terrenos de grandes dificuldades, como areia, montanhas e pedras, porém a dupla Paulo Oliveira e Miguel Alberty cumpriu com o objectivo que passava por concluir a prova sem danos maiores que levassem à desistência.

 

“E assim pela primeira vez levamos uma medalha do Dakar para Moçambique na participação de SSV no maior e mais duro Rally Raid do Mundo. Para perceber a dificuldade, estavam inscritos 214 participantes em Auto inicialmente, terminaram 143, e com a atribuição da medalha de participação apenas 75 obtiveram essa distinção. Terminamos na Posição 118 da classificação geral  e Posição 38 da classe, após termos levado 50 horas de penalização pela troca de motor na etapa 12”, escreveu Paulo Oliveira.

 

KEVIN BONAVIDES É O GRANDE VENCEDOR

 

E depois de catorze etapas às quais se juntou ainda um Prólogo inicial disputado ainda no ano passado, o grande vencedor do Rali Dakar 2023 foi mesmo Kevin Benavides (Red Bull KTM Factory Racing). O piloto argentino venceu assim o seu segundo Rali Dakar, na classe das motos, depois de já o ter conseguido, em 2021, e então aos comandos de uma Honda.

 

Já o piloto qatari Nasser Al-Attiyah (Toyota) venceu este domingo, pela quinta vez, a competição dos carros na 45.ª edição do rali Dakar de todo-o-terreno, que terminou em Dammam, na Arábia Saudita.

 

O piloto da Toyota foi o sétimo mais rápido na 14.ª e última etapa, entre Al Hofuf e Dammam, com 136 quilómetros cronometrados, terminando a 05.41 minutos do vencedor do dia, o francês Guerlain Chicherit (BRX), com o sueco Mattias Ëkstrom (Audi) em segundo, a 01.36 minutos, e o sul-africano Henk Lategan (Toyota), em terceiro, a 01.44. 

 

Com estes resultados, Nasser Al-Attiyah conquistou a prova pela quinta vez, depois de já ter vencido em 2011, 2015, 2019 e 2022, ao terminar com 1:18.49 horas de vantagem sobre o francês Sébastien Loeb (BRX), que foi segundo, e 1:36.31 sobre o brasileiro Lucas Moraes (Toyota), que foi terceiro.

 

Por outro lado, o brasileiro Gustavo Gugelmin, navegador do norte-americano Austin Jones (Can-Am Maverick / Red Bull Off-Road Team USA) festejou seu terceiro título, o segundo consecutivo. Depois de dominar na T4 dos UTVs em 2022, ele e Jones repetiram o feito na T3, para os modelos protótipos ou com maior preparação. A dupla conseguiu ficar longe de problemas mecânicos sérios, mantendo um ritmo constante. (LANCEMZ)

 

Notícias Relacionadas
Ads - Anuncio 3
Todos os direitos reservados a Lance. Registrado no GABINFO: REGISTO: 57/GABINFO-DEPC/210/2022 .