desporto mocambicano

Obra de arte de Nelson nos serviços mínimos do Songo na vitória sobre Ferroviário da Beira

  • 88

A União Desportiva do Songo recebeu e derrotou ao Ferroviário da Beira por escasso uma a zero, mas suficiente par5a somar mais três pontos que mantém a turma da barragem Hidroeléctrica de Cahora Bassa com sete pontos de vantagem na liderança do Campeonato Nacional de Futebol, Moçambola 2022.

 

Por Redacção LanceMZ

 

O jogo foi o primeiro em que o treinador sérvio Srdan Zivojnov que estará ausente do banco técnico da União Desportiva do Songo nos próximos tempos, por um período de 20 dias, por isso no final da contenda o seu adjunto, o moçambicano Carlos Manuel, dedicou a vitória ao técnico principal da equipa que está a contas com problemas de saúde.

 

 VEJA O TEMA NAS MANCHETES LANCEMZ

 

A partida era de cartaz da nona jornada, por isso mereceu a presença do Seleccionador Nacional Chiquinho Conde, que foi observar jogadores antes do embate com o Malawi. Os “locomotivas” deslocarem-se a Vila do Songo com o objectivo de testarem a invencibilidade da equipa do Songo que seguem na liderança do Moçambola sem terem sentido o sabor amargo da derrota.

 

Era ainda “madrugada” do jogo, ou seja, quando ainda estavam a decorrer os minutos iniciais que os “hidroeléctricos” chegaram ao golo inaugural, com Nelson Divrassone a tirar um remate do meio da rua com força e colocação suficiente para enganar ao guarda-redes César Machava, inaugurando o activo quando estavam jogados menos de dez minutos.

 

DESACERTO NA FINALIZAÇÃO PENALIZA “LOCOMOTIVAS”

 

A turma orientada por Wedson Nyerenda procurou reagir a esta vantagem madrugadora da equipa da casa, chegando mesmo a criar várias situações que poderiam ter resultados em golo, mas os atacantes “locomotivas” pecaram na hora da finalização.

 

A primeira parte chegou ao fim com essa magra vantagem da equipa da casa que na segunda parte conseguiu suster as acções ofensivas da equipa contrária que tudo fez para chegar ao tão almejado golo, mas sem sucesso. Jafete e João foram dois dos jogadores que desperdiçaram inúmeras oportunidades para chegarem ao golo de empate.

 

Este foi o 26º confronto na história entre a União Desportiva do Songo e o Ferroviário da Beiram, sendo que foi a sétima vitória para a turma da casa, longe ainda de superar as dez vitórias já alcançadas pelos “locomotivas” do Chiveve, tendo nos confrontos entre as duas equipas já se registado nove empates. (LANCEMZ)

Notícias Relacionadas
Ads - Anuncio 3
Todos os direitos reservados a Lance. Registrado no GABINFO: REGISTO: 57/GABINFO-DEPC/210/2022 .