desporto mocambicano

Multas pesadas para Ferroviários de Nampula e Lichinga no Moçambola 2023

  • 961

O Conselho de Disciplina da Liga Moçambicana de Futebol voltou a aplicar multas pesadas aos clubes cujos adeptos ou elementos ligados à organização do jogo se comportam de forma desviante. No fecho da 1ª volta do Moçambola, o CD da LMF decidiu sancionar o Ferroviário de Nampula e o seu homónimo de Lichinga com multas de 25 mil e 10 mil Meticais, respectivamente.

 

Por Redacção LanceMZ 

 

O Ferroviário de Nampula foi sancionado por os seus “apanha bolas terem adoptado comportamento incorrecto, nomeadamente, não entrega de bolas retardando a reposição da bola em jogo” na partida em que venceram a União Desportiva do Songo por uma bola sem concorrência.

 

Já os “locomotivas” de Lichinga foram punidos por “os seus adeptos e simpatizantes terem adoptado comportamento desportivamente incorrecto, através do arremesso de objectos estranhos para o interior do rectângulo de jogos, tais como garrafas plásticas de água”, no jogo em que a sua equipa venceu por uma bola a zero a Black Bulls, na partida decorrida no Estádio Municipal 1º de Maio de Lichinga.

 

Ao nível individual, o CD da LMF suspendeu por três jogos o jogador Abacar Momad do Ferroviário de Nacala e ainda aplicou uma multa de 10 mil Meticais por ter agredido o seu adversário, no jogo frente ao Costa do Sol.

 

Quem também vai ficar de fora da primeira jornada da segunda volta é o avançado Chelito Omar do Ferroviário de Nampula que viu o quinto cartão amarelo na prova e vai ter que pagar uma multa de 10 mil Meticais.

 

Por outro lado, Dário Melo da União Desportiva do Songo foi suspenso por um jogo e vai ter que pagar a multa de 3 mil Meticais por ter visto o cartão vermelho por acumulação de amarelos, no jogo que a sua equipa disputou frente ao Ferroviário de Nampula. (LANCEMZ)

Notícias Relacionadas
Ads - Anuncio 3
Todos os direitos reservados a Lance. Registrado no GABINFO: REGISTO: 57/GABINFO-DEPC/210/2022 .