desporto mocambicano

Judocas Loforte, Matos e Siquir não passam da primeira ronda no Grand Slam de Paris 2023

  • 312

 Os três judocas moçambicanos que competiram no pretérito fim-de-semana, 4 e 5 de Fevereiro, no Grand Slam de Paris 2023, na França não foram além da primeira ronda da competição que conta com a participação de atletas de vários cantos do mundo. Após esta segunda prova na Europa, os judocas Kevin Loforte, Narciso Matos e Ayton Siquir vão realizar um estágio de dez dias em França, no âmbito da sua preparação para a qualificação aos Jogos Olímpicos Paris 2024.

 

Por Redacção LanceMZ 

 

Na categoria dos menos de 66 quilogramas, Kevin Loforte teve pela frente o cipriota Georgios Balarjidhvili que venceu por Ipon, num combate que teve a duração de 3:05 minutos. Dias antes em Portugal, Loforte havia derrotado o angolano Edrivan Sebastião de Araújo por Ippon, numa luta que durou 2:49 minutos, para na segunda ronda perder para Radu Izvoreanu por Ippon em 18 segundos, no Grande Prémio de Almada.

 

Narciso Matos competiu na categoria dos menos 73 quilogramas tendo enfrentado o francês Benjamim Axus que venceu por Ippon após uma luta que durou 1:24 segundos. Em Portugal, em Almada, Matos não foi feliz ao perder para o judoca do Azerbaijão Nulan Osmanov que venceu por Wazari, num combate que durou 3:03 minutos.

 

Na mesma categoria, Ayton Siquir enfrentou o francês Daniyl Zoubko que venceu por Ippon na luta que teve 1:50 de duração.

 

PORTUGAL SEM MEDALHAS NO GRAND SLAN DE PARIS

 

A delegação portuguesa encerrou a participação no Grand Slam de Judo em Portugal sem medalhas. Nesse segundo dia, Patrícia Sampaio, ouro no Grand Prix de Portugal na semana passada, disputou a luta pelo bronze, mas perdeu para a coreana Lee Jeongyun. Assim, ela termina na quinta posição. 

 

No primeiro dia, Portugal também ficou próximo da medalha com Telma Monteiro na categoria -57kg feminino. Ela venceu todas as lutas de sua chave e chegou à semifinal, mas perdeu para a francesa Priscilla Gneto. No duelo pelo bronze, foi derrotada pela ucraniana Daria Bilodid no Golden Score.

 

O evento reúne os principais judocas da atualidade e conta pontos para o ranking internacional que determinará os classificados aos Jogos Olímpicos Paris 2024. Por isso, a disputa é uma forma dos atletas se acostumarem com a sede olímpica. (LANCEMZ)

Notícias Relacionadas
Ads - Anuncio 3
Todos os direitos reservados a Lance. Registrado no GABINFO: REGISTO: 57/GABINFO-DEPC/210/2022 .