desporto mocambicano

Hidroeléctricos e Locomotivas dividem pontos em tarde frenética no Caldeirão do Chiveve

  • 205

 A União Desportiva do Songo deslocou-se ao terreno do Ferroviário da Beira e empatou a duas bolas diante da equipa local na tarde desta quarta-feira, 23 de Novembro, no fecho da jornada 20. Os golos dos "hidroelétricos" foram apontados por John Banda e Bhéu e, o Ferroviário da Beira reduziu por intermédio de Ling com uma bomba de levantar qualquer estádio e empatou o jogo na ponta final por intermédio de Celso para a divisão de pontos.

Por: Redacção LANCEMZ

Na partida que teve lugar no Caldeirão do Chiveve a equipa do Songo teve uma entrada de rompante  para vencer e consolidar a liderança para estar mais próximo da conquista do tão almejado título.

O primeiro golo surge aos 3 minutos por intermédio de Bhéu na cobrança de um pontapé livre. Com o pé no acelerador os hidroelétricos não paravam de atacar mas encontravam uma defensiva forte e determinada a fechar a sua baliza de modo a não deixar que fosse novamente violada. .

John Banda alargou a vantagem aos 22 minutos para a sua equipa marcando o segundo golo para a festa do conjunto de Srdjan Zivojnon que conseguiu gerir o resultado até ao fim da primeira parte.

A segunda parte foi ainda mais quente com a equipa da casa a entrar para reduzir a vantagem dos forasteiros. Os primeiros minutos foram animados porque o Ferroviário da Beira encostava o adversário no seu meio campo defensivo.

LING ESPECTACULAR

O primeiro golo do conjunto de Wedson Nyerenda surge aos 13 minutos da segunda parte, ou seja, aos 58 minutos, quando Ling, fez um domínio e, não deixou a bola tocar o chão, o jovem jogador atirou um portentoso míssil capaz de levantar qualquer estádio que só foi parar no fundo das redes para a vibração do caldeirão, quando Ernâni não teve hipóteses de defesa.

Os locomotivas após a passagem dos 65 minutos passaram a assumir as rédeas do jogo, fazendo o que o conjunto visitante impuseram na etapa inicial da partida.

ETAPA FINAL FRENÉTICA

A equipa do Songo não conseguiu conservar a vantagem e os últimos instantes do jogo foram impróprios para cardíacos, ao cair do pano, o Ferroviário da Beira empatou por intermédio de Celso para fervilhar o Caldeirão do Chiveve e, atrasa desta forma a corrida do título de campeão nacional a União Desportiva do Songo. Com este resultado ainda há campeonato quando faltam duas jornadas para o fim do Moçambola. (LANCE)

Notícias Relacionadas
Ads - Anuncio 3
Todos os direitos reservados a Lance. Registrado no GABINFO: REGISTO: 57/GABINFO-DEPC/210/2022 .