desporto mocambicano

Hélder Duarte deixa campeão Ferroviário da Beira e Black Bulls e União do Songo piscam o olho ao treinador português

  • 2136

 O treinador português, Hélder Duarte, deixou o comando técnico do Ferroviário da Beira, clube com o qual se sagrou Campeão Nacional de Futebol, ao vencer o Moçambola 2023 com um total de onze vitórias, seis empates e cinco derrotas em 22 jogos. Estes números permitiram com que os “locomotivas” do Chiveve terminassem a competição com 39 pontos, porém esta prestação não foi suficiente para o treinador decidir pela continuidade pelas bandas do Chiveve.

 

Por Alfredo Júnior

 

Em entrevista recente ao site da sua terra natal em Portugal, denominado “O Progresso de Paredes”, o treinador revelou que recebeu a proposta para renovação de contrato com clube “locomotiva” do Chiveve, porém ao que tudo indica não terá chegado a acordo para a renovação com a Direcção presidida por Valdemar de Oliveira. 

 

Na época, Hélder Duarte referiu que que neste momento tem em cima da mesa propostas de outros clubes.  “Felizmente tive o convite para renovar contrato com o Ferroviário da Beira e outros convites de clubes em Moçambique. Há a possibilidade de voltar a trabalhar com o Rui Pedro Silva. Vou analisar e escolher o que for melhor para a minha família, porque estar a mais 8000 km de distância não é fácil”, revelou o técnico.

 

NEGOCIAÇÕES PARA REGRESSAR A ABB ESTÃO EM CURSO

 

Porém, LanceMZ sabe que há fortes possibilidades de Hélder Duarte continuar por terras moçambicanas tendo já recebido convites para voltar a treinar a Associação Black Bulls, dando continuidade ao projecto que ajudou a construir com o qual conquistou o seu primeiro título de campeão nacional de Moçambique, isto em 2021.

 

“É a minha segunda participação na prova máxima do futebol moçambicano. Em 2021 fui campeão nacional na ABB ( associação Black Bulls); em 2022 estive a trabalhar no Futebol Clube de Famalicão, como adjunto do Rui Pedro Silva, na primeira liga portuguesa (infelizmente as coisas não correram como queria) e este ano, em Fevereiro regressei a Moçambique para o CFvB. Agora estudo novas oportunidades que estão em cima da mesa”, disse Duarte.

 

Hélder Duarte que colocou a Associação Black Bulls no Moçambola pela primeira vez na história, comandou os “touros” a fazer uma campanha histórica, conquistando o título logo na sua primeira época no Moçambola. Este é um dos projectos que cativa a Hélder Duarte, pelo que deverá estar na “pole position” em relação à sua continuidade em Moçambique.

 

Por outro lado, sabe-se que a União Desportiva do Songo também está no encalço do treinador português, isto caso decida pela não continuidade da equipa técnica orientada pelo sérvio Srdjan Zivojnov, tendo em conta que os “hidroeléctricos” falharam todos objectivos traçados para a época 2023.

 

Refira-se que em 2023, Hélder Duarte, que em 2022 abandonou a Black Bulls para desempenhar a função de treinador-adjunto no Famalição, emblema da primeira divisão do futebol português, este ano teve tudo acertado com os “touros” para voltar à uma casa onde foi feliz, mas o acordo não veio a concretizar-se, tendo chegado a acordo com o Ferroviário da Beira.

 

Hélder Filipe Rodrigues Duarte nasceu a 25 de março de 1982.  Foi jogador do União Sport Clube de Paredes entre 1991 e o ano 2000. Na época 2003/2004 estreou-se como treinador dos sub-17 do USC Paredes, e mais tarde passou pelo Lousada, pela Dragon Force, pelo clube moçambicano Black Bulls e pelo Famalicão. (LANCEMZ)

Notícias Relacionadas
Ads - Anuncio 3
Todos os direitos reservados a Lance. Registrado no GABINFO: REGISTO: 57/GABINFO-DEPC/210/2022 .