desporto mocambicano

Hassane Júnior aos 23 anos diz-se pronto para conduzir Brera no Moçambola

  • 1974

Aos 23 anos, Hassane Júnior inscreveu o seu nome na história do futebol moçambicano ao tornar-se no treinador mais novo a qualificar uma equipa ao Moçambola, a principal competição futebolística nacional. O timoneiro da também jovem equipa do Brera Tchumene FC considera esta qualificação fruto do trabalho árduo da Direcção do clube, jogadores e da equipa técnica.

 

Por Redacção LanceMZ

 

Analisando o jogo da segunda mão em que venceram ao Desportivo da Matola por uma bola a zero, Hassane Júnior considerou que “já vínhamos com noção de que seria um jogo difícil porque na primeira mão ganhamos com certa margem de conforto o que poderia fazer com que os jogadores relaxassem, sabíamos que o Desportivo da Matola viria com tido, fizeram uma boa primeira parte e encontraram-nos no nosso reduto, mas o os campeões também precisam saber sofrer. Na segunda parte fizemos o um a zero e poderíamos ter feito mais”.

 

Convidado a analisar esta qualificação inédita ao Moçambola, Júnior considerou que “ao nível dos jogadores é muito importante, pois fazem parte de uma geração de selecções nacionais de formação e merecem estar numa montra que nem o Moçambola. Ao nível pessoal fico feliz por a Direcção do clube ter-me dado esta oportunidade, sou um jovem treinador e quiçá o mais novo com 23 anos a levar uma equipa ao Moçambola, pelo que estou muito feliz, pelo que tenho que agradecer a Deus e as orações da minha mãe certamente que deram efeito”.

 

QUALIFICAÇÃO SEM DERROTAS

 

O jovem treinador destaca a prestação do Brera Tchumene FC sob sua batuta afirmando que  “foram 11 jogos sob o meu comando, com seis vitórias na fase de grupos e duas na final, acho eu ninguém merecia esta qualificação mais do que nós, lutamos e soubemos sofrer, soubemos ser felizes nos momentos felizes e tristes nos momentos tristes e este é o resultado, estamos no Moçambola 2024”.

 

Hassane Júnior tem o nível B da CAF e é fruto das formações da Federação Moçambicana de Futebol, tendo abraçado a carreira de treinador depois de ter tido uma curta carreira como jogador do Ferroviário de Maputo (iniciados e juvenis) e Black Bulls (juniores).  

 

“Cresci a ouvir que a segunda liga é a mais difícil e fizemos com êxito, espero que a Direcção tenha a mesma coragem que teve ao nos colocar aqui para a subida, nós estamos prontos, somos ambiciosos a esse nível e vamos trabalhar ainda mais e se for a vontade da direção estamos prontos para assumir o Moçambola em 2024”, disse Hassane Júnior.

 

Refira-se que Hassane Júnior pertence aos quadros técnico da Black Bulls onde ganhou vários títulos nos escalões de formação ao nível da cidade de Maputo, sendo que já desempenhou as funções de treinador-adjunto da Selecção Nacional Sub-15. (LANCEMZ)  

 

Notícias Relacionadas
Ads - Anuncio 3
Todos os direitos reservados a Lance. Registrado no GABINFO: REGISTO: 57/GABINFO-DEPC/210/2022 .