O Costa do Sol venceu por 52-63 no primeiro jogo do “play-off” da final da Liga de Basquetebol Sénior Feminina que disputa "/> O Costa do Sol venceu por 52-63 no primeiro jogo do “play-off” da final da Liga de Basquetebol Sénior Feminina que disputa "/>
desporto mocambicano

Costa do Sol faz recuperação fantástica, vence Ferroviário de Maputo e está a uma vitória do título

  • 136

O Costa do Sol venceu por 52-63 no primeiro jogo do “play-off” da final da Liga de Basquetebol Sénior Feminina que disputa com o Ferroviário de Maputo. Na reedição da final da última temporada, as “canarinhas” que estiveram largos minutos em desvantagem conseguiram fazer uma recuperação impressionante e terminar com 11 pontos de vantagem, após uma partida bem disputada por ambas equipas, antevendo-se uma final que irá até ao limite.

 

Por Alfredo Júnior e Jaime Machel (Fotos)

 

No duelo entre as duas melhores equipas da actualidade no basquetebol sénior feminino moçambicano, o Ferroviário de Maputo entrou melhor e de imediato condicionou a actuação da australiana Bride Hopoate que cometeu duas faltas ainda no início da partida. Anabela Cossa veio do banco e com três triplos colocou as “locomotivas” a vencerem por 19-10 no final dos primeiros dez minutos.

 

Na segunda etapa com quatro muitos por jogar as pupilas de Nasir Salé esticaram a diferença para 10 pontos (25-15), perante sucessivas perdas de bola das canarinhas que só na primeira parte tiveram 19, daí que não foi de espantar o resultado de 32-24 ao intervalo.

 

Ainda na primeiros  parte o Costa do Sol perdeu a possibilidade contar com os préstimos da base e armadora de jogo Ester Gomes que saiu lesionada, forçando a colocação de Eleutéria Lhavanguana a pautar o jogo.

 

REVIRA-VOLTA NA SEGUNDA PARTE

 

Depois do descanso as “canarinhas” regressaram mais esclarecidas e encetaram uma recuperação da desvantagem e a

5:07 segundos Ingvild Mucauro tira uma bomba da linha dos três, colocando a partida com o resultado de 36-35. Bride Hopoate apareceu no jogo, mas o seu trabalho foi insuficiente para travar o Ferroviário que não perdeu a liderança, terminando este quarto com o marcador a assinalar 47-45, deixando tudo em aberto para o último quarto.

 

Com 3:46 minutos por jogar e com um lançamento exterior Ingvild Mucauro igualou a partida a 52 pontos e logo a seguir uma “bandeja” de Carla Covane colocou as “canarinhas” na liderança do marcador (52-54), segundo a segunda vez que isso acontecia na partida. Leonel Manhique ajustou na defesa, as suas jogadoras roubaram bolas e finalizavam em contra-ataques com Carla Covane a ser fundamental na tabela defensiva e certeira no ataque.

 

O Ferroviário de Maputo tinha em Anabela Cossa (15 pontos em todo jogo) como a mais inconformada, mas Ingvild Mucauro que fez um duplo-duplo  (12 pontos e 13 ressaltos em toda partida) esteve endiabrada na ponta final do jogo e Shelsea Rafael (12 pontos e 4 ressaltos) acabaram por ser fundamentais na vitória das “canarinhas” por 11 pontos de diferença, ou seja 52-63.

 

Este sábado, pelas 16 Horas, realiza-se o segundo jogo e em caso de vitória o Costa do Sol conquista o título, mas o Ferroviário de Maputo certamente vai querer levar esta final ao terceiro jogo que está previsto para a tarde de domingo, 4 de Novembro, pelas 17 Horas. (LANCEMZ)

Notícias Relacionadas
Ads - Anuncio 3
Todos os direitos reservados a Lance. Registrado no GABINFO: REGISTO: 57/GABINFO-DEPC/210/2022 .