desporto mocambicano

Ali aponta o tento da vitória canarinha sobre locomotivas

  • 623

O Costa do Sol emprestou a casa e derrotou o Ferroviário de Maputo por uma bola a zero em jogo da segunda jornada do Moçambola 2024 que teve lugar na tarde deste domingo, 28 de Abril. É a primeira vitória da equipa de Horácio Gonçalves no Campeonato Nacional de Futebol e os “canarinhos” afastaram a sombra de resultados negativos frente ao Ferroviário de Maputo que havia levado a melhor nos dois jogos da pré-época entre ambas equipas.

 

Por Redacção LanceMZ e Symon Guebas e Sérgio Sitóe (Fotos)

 

Houve clássico do futebol moçambicano entre o Ferroviário de Maputo e Costa do Sol, dois clubes que ao todo já conquistaram por 20 vezes o título de campeão nacional de futebol, com dez para cada um dos lados, sendo por isso que outrora os seus confrontos arrastavam multidões para os campos onde se encontravam, o que não se repetiu neste domingo, com a bancada central Sol e topos despidos de público.

VEJA O RESUMO NO NOSSO YOUTUBE

 

Foram os “canarinhos” que emprestaram a sua casa aos “locomotivas” os que estiveram próximos de chegar ao golo com Chester a enganar os adversários e a fazer um cruzamento para o segundo poste, mas o seu companheiro de ataque não chegou a tempo para o cabeceamento.

 

Instantes depois foi a vez de Richard Mbulu solicitar um cabeceamento de Chester que chegou à bola, mas acabou por direcioná-la longe daquilo que era o seu objectivo, visto que este desvio não levou perigo para a baliza do Ferroviário de Maputo.

 

GOLPE DE VISTA DE GUIRRUGO

 

E aos 39 minutos após um centro de Domingos “Mexer” Macandza, o capitão Jeitoso faz um corte sem jeito e a bola vai em direcção de Ali Abudo que tira um remate aparentemente desajeitado, mas que acaba por enganar ao guarda-redes Guirrugo, que ficou pregado no relvado e a ver a bola a ir anichar-se no fundo das suas redes. Acaba mal batido o guarda-redes “locomotivas”, num golpe de vista que o traiu.

 

Depois do intervalo voltou a ser Ali Abudo a tirar um forte remate e cheio de intenção, mas desta feita a bola seguiu a trajectória direitinha para as mãos de Guirrugo que controlou o lance.

 

Daí para frente o Ferroviário passou a ter maior posse de bola com Jeitoso a ensaiar um remate do meio da rua, com o guarda-redes Joaquim a mostrar atenção entre os postes ao controlar o lance sem grandes dificuldades.

 

Pouco depois os “locomotivas” pediram remate num lance em que Rifel preparava-se para tirar um remate quando vê a sua perna direita a encravar na perna de Ali Abuso, mas o árbitro Celso Alvação mandou seguir o jogo, para o desagrado do Ferroviário.

 

O Ferroviário de Maputo voltou a estar próximo do golo, após um pontapé de canto em que há um desvio de cabeça de Ezequiel com a bola a sobrar para Mário que se surpreendeu e acabou por rematar por cima da baliza de Joaquim quando tinha tudo para marcar.

 

E foi com a equipa de Sérgio Bórgia na mó de cima, mas sem conseguir encontrar o caminho para o golo que terminou a partida com os adeptos “canarinhos” a festejarem os primeiros três pontos graças ao golo de Ali Abudo eleito o homem do jogo e que recebeu o troféu das mãos de João Chissano, antigo treinador do Ferroviário de Maputo e que como futebolista vestiu a camisola dos dois clubes.

 

FICHA TÉCNICA

CAMPO DO COSTA DO SOL

 

ARBITRAGEM DE: Celso Alvação - Inhambane, auxiliado por  Teófilo Mungói - C. Maputo (1º Auxiliar), Inocêncio Virgílio - Inhambane (2º auxiliar) Clamidio Bulula - M. Província (4º árbitro) e Arão Júnior (Assessor dos Árbitros)

 

FERROVIÁRIO DE MAPUTO: Guirrugo, Tununo, Jeitoso, Huga, Nelson Manuel, Shaquille, Ezequiel, Raymond (Rifel 56’), Neymar (Abass 64’), Celso (Malino 85’) e Sumbana (Mário 85’).

SUPLENTES: Manuel, Yude, Samuel, Laque e Fredy

TREINADOR: Sérgio Bóris

 

COSTA DO SOL: Joaquim, Mexer, Chico Mioche, Chico Nuchanga, Beto, Ali (Adilson 77’), Chirwa, Chester Chisala (Mafaite 70’), Mbulu  (Musonda 90+2’) e Isac de Carvalho (Loyd 77’).

SUPLENTES: Victor, Yanganile, Muhate, Baptista e Marty

TREINADOR: Horácio Gonçalves

 

ACÇÃO DISCIPLINAR: cartão amarelo a Chico Mioche (37’), Chirwa (37’), Neymar (60’) e Chester (75’)

 

Notícias Relacionadas
Ads - Anuncio 3
Todos os direitos reservados a Lance. Registrado no GABINFO: REGISTO: 57/GABINFO-DEPC/210/2022 .