A fase de qualificação para o Campeonato Africano de Basquetebol - Afrobasket 2023, "/>  

A fase de qualificação para o Campeonato Africano de Basquetebol - Afrobasket 2023, "/>

desporto mocambicano

Zimbabwe acolhe apuramento para Afrobasket em femininos e para AfroCan  em masculinos

  • 252

 

A fase de qualificação para o Campeonato Africano de Basquetebol - Afrobasket 2023, em seniores femininos, e para o Campeonato Africano Interno - AfroCan 2023 vai decorrer em simultâneo no Zimbabwe que candidatou-se para acolher as eliminatórias ao nível da Zona VI do basquetebol africano.

 

Por Redacção LanceMZ

 

Esta etapa de apuramento está aprazada para ter lugar entre os dias 20 e 28 de Fevereiro de 2023, na cidade de Bulawayo, segundo a proposta submetida pela Federação Zimbabweana de basquetebol submetida à presidência da Zona VI que por sua vez a encaminhou ao órgão reitor da modalidade ao nível continental, a FIBA-África.

 

É com base nestas datas que a Federação Moçambicana de Basquetebol pretende elaborar o seu plano de preparação para estás provas de qualificação que vão ocorrer no país vizinho.

 

FMB AGUARDA CONFIRMAÇÃO DO APOIO DA TOTAL

 

Moçambique pretende marcar presença no Afrobasket 2023 prova importante para o basquetebol continental visto que poderá ditar as etapas de qualificação para os Jogos Olímpicos 2024 que terão lugar em Paris, na França.

 

Para viabilizar a participação da selecção feminina nesta campanha rumo aos Jogos Olímpicos Paris 2024, a Secretaria de Estado do Desporto e a Federação Moçambicana de Basquetebol estabeleceram uma parceria com a Total Energies Moçambique um acordo de patrocínio que vai permitir a realização de estágios.

 

Porém, a Federação Moçambicana de Basquetebol ainda não tem a confirmação da disponibilidade do apoio para a fase de qualificação que vai decorrer no Zimbabwe em Fevereiro próximo, facto que dificulta a programação da preparação entre outros aspectos.

 

Recordar que o Afrobasket 2023 vai ter lugar em Kigali, no Ruanda, no mês de Setembro, segundo foi aprovado pelo Conselho de Direcção da FIBA - África que esteve reunido este mês em Maputo, à margem da Taça dos Clubes Campeões Africanos, competição que foi ganha pelo Sporting do Egipto e teve no Costa do Sol como a equipa moçambicana que terminou em segundo lugar.

 

ANGOLA CANDIDATA A ACOLHER AFROCAN

 

Entretanto, em relação ao AfroCAN, prova masculina que se realiza no intervalo do Afrobasket que nesta altura se realizam de quatro em quatro anos, a FIBA-África está por definir o país que vai acolher a fase final do evento.

 

“Nós recebemos propostas uma de Angola, do Egito e do Mali para acolher esta prova e nenhuma delas está completa pelo que o Board solicitou que estes países as finalizem para que se possa decidir aonde será essa competição. Também analisamos a prova de Sub-16 e queremos incentivar que tal como aconteceu nos Sub-18 no Madagáscar em que acolheu em simultâneo a prova masculina e feminina queremos que esta festa da juventude africana aconteça em janeiro vamos voltar a analisar a proposta dos países que aceitam acolher as duas competições”, revelou o presidente da FIBA-África, o moçambicano Aníbal Manave. (LANCEMZ)

 

Notícias Relacionadas
Ads - Anuncio 3
Todos os direitos reservados a Lance. Registrado no GABINFO: REGISTO: 57/GABINFO-DEPC/210/2022 .