desporto mocambicano

Will Perry com nove triplos novo recorde na BAL carrega Ferroviário da Beira para primeira vitória na Conferência Nilo

  • 1150

 O Ferroviário da Beira alcançou a sua primeira vitória na terceira edição da Basketball África League ao derrotar o Seydou Legacy Athlétique Club (SLAC) da Guiné Conacri por 97-109, em jogo da terceira jornada da Conferência Nilo, que decorre na cidade do Cairo, no Egipto. Um actuação irrepreensível do base norte-americano William Perry que estabeleceu um novo recorde de lançamentos triplos na BAL, ao concretizar 9 em 14 tentativas, terminando a partida com 41 pontos, carregando literalmente os “locomotivas” do Chiveve para a primeira vitória na competição e reavivar as esperanças na qualificação para a fase final da competição a ter lugar em Kigali, no Ruanda.

 

Por Alfredo Júnior

 

Na partida destes domingo, só a vitória interessava tanto ao Ferroviário da Beira assim como ao SLAC da Guiné, sobretudo para os moçambicanos que já haviam registado duas derrotas frente as duas equipas favoritas à conquista da primeira posição, nomeadamente o Al Ahly do Egipto (92-74) e Petro de Luanda (76-101), daí que os pupilos de Luís Lopez Hernández entraram à todo vapor saindo do primeiro quarto com 14 pontos de diferença, pois o marcador assinalava 16-30 para a turma do Chiveve.

 

No segundo quarto, o domínio continuou para o campeão moçambicano, ainda que o SLAC tenha melhorado a sua prestação que resultado num parcial de 20-26, porém os “locomotivas” saíram para o intervalo com uma vantagem assinalável de 20 pontos, pois o marcador registrava o resultado de 36-56 favorável à turma moçambicana.

 

No terceiro quarto galvanizados por uma excelente actuação do base nigeriano Uchenna Iroegbu (que em 39 minutos marcou 29 pontos, ganhou 7 ressaltos e fez 5 assistências), o campeão da Guiné Conacri inverteu o cenário na partida, conseguindo um parcial de 33-20, 13 pontos de diferença que davam uma aproximação no marcador de sete pontos, pois no final do terceiro quarto registrava-se o resultado de 69-76.

 

SHOW DE TRIPLOS DE PERRY ANULA ESPERANÇAS DA SLAC

 

Esta diferença fez com que a equipa guineense acreditasse na possibilidade de sair do jogo com a vitória, sendo quando faltavam sete minutos por jogar no último quarto a partida ficou empatada a 88 pontos e daí para frente iniciou a alternância na liderança da marcha do marcador. O Ferroviário da Beira manteve -se vivo na partida graças a uma actuação irrepreensível de Will Pery, pois o base norte-americano mostrou-se letal nos lançamentos triplos, colocando os “locomotivas” do Chiveve com uma vantagem de quatro pontos nos últimos dois minutos, que acabaram crescendo para 12 no final da contenda que terminou com a vitória da equipa moçambicana por 97-109.

 

Para além dos 41 pontos e o nove recorde de lançamentos triplos na competição do base William Perry, o destaque na equipa do Ferroviário da Beira vai para o norte-americano Najael Young que anotou 26 pontos, capturou 5 ressaltos e fez 3 assistências, enquanto que o senegalês Makhatar Gueye contribuiu com 15 pontos e 8 ressaltos, enquanto que Ismael Nurmomade voltou a ser o melhor moçambicano com 9 pontos, 4 assistências e igual número de ressaltos, sendo secundado por Ayad Munguambe autor de 8 pontos e 3 ressaltos.

 

Os “locomotivas” do Chiveve voltam a jogar no próximo dia 3 de Maio, pelas 19:30 Horas, devendo defrontar a turma do Cape Town Tigers da África do Sul, com quem disputam o acesso à fase final da prova. (LANCEMZ)  

Notícias Relacionadas
Ads - Anuncio 3
Todos os direitos reservados a Lance. Registrado no GABINFO: REGISTO: 57/GABINFO-DEPC/210/2022 .