desporto mocambicano

Victor Guambe evita descalabro na estreia dos Mambas no CHAN-2022

  • 575

 Moçambique estreou-se com um empate a zero bola frente à Etiópia em partida da primeira jornada do Grupo A da sétima edição do CHAN - Campeonato Africano das Nações destinado aos jogadores que actuam localmente que decorre na Argélia desde esta sexta-feira, 13 de Janeiro. Na partida decorrida na tarde deste sábado, 14, valeu aos Mambas a inspiração do guarda-redes Victor Guambe que foi uma verdadeira barreira para a selecção etíope, sobretudo nos primeiros 45 minutos que teve defesas cruciais que evitaram o golo quase certo do adversário.

 

Por Alfredo Júnior

 

Os Mambas tiveram uma exibição paupérrima sobretudo na etapa inicial do encontro, pois a primeira parte foi marcada por um domínio total da selecção etíope, que teve mais posse de bola (na cada dos 63%) e foi a equipa mais ofensiva, tendo rematado oito vezes, sendo três em direcção à baliza de Victor Guambe.

 

Aliás, os etíopes tiveram três claras ocasiões de golo, a primeira com Victor a sair para fazer a mancha e a última já em cima dos 45 minutos em que o guarda-redes do Costa do Sol demonstrou atenção entre os postes ao fazer uma excelente defesa para o gáudio dos Moçambicanos.

 

A selecção etíope foi altamente ineficaz ao longo da primeira parte, pois o seu domínio e as ocasiões de golo que tiveram poderiam ter dado outro resultado favorável para a selecção adversária dos Mambas.

 

SUBSTITUIÇÕES TRAZEM NOVO ALENTO AOS MAMBAS

 

Na segunda parte, Chiquinho Conde promove mexidas na sua equipa fazendo entrar João Bonde para o lugar de Kito, depois trocando o homem mais avançando fazendo descansar a Lau King colocando no seu lugar a  Melque Alexandre e Isac de Carvalho entrou para o lugar de Nelson Drivassone, isso aos 62 minutos.

 

Moçambique melhorou na sua produção ofensiva e fruto disso teve a melhor oportunidade para chegar ao golo aos 66 minutos, quando Telinho faz um passe de cabeça para Isac de Carvalho que de cabeça faz um remate desenquadrado, quando tinha tudo para levar a bola para o fundo das redes da Etiópia.

 

Aos 76 minutos Melque rouba a bola ao defesa etíope faz um passe para Telinho que serve a João Bonde que tirou um remate cheio de intenção, mas totalmente desenquadrado com a baliza de Fasil Gerbremichael.

 

Daí para frente os Mambas voltaram a remeter-se no seu último reduto, oferecendo novamente a iniciativa de jogo aos etíopes, que mesmo assim não conseguiram voltar a criar tanto perigo como o fizeram ao longo da primeira parte.

 

PRIMEIRO PONTO NUM CHAN

 

A partida arbitrada por um trio feminino chefiado pela juíza togolesa Vincentia Amedome, de 41 anos de idade, que foi coadjuvada nas suas funções por Atezambong Carine de Camarões e Diana Chikotesha da Zâmbia, chegou ao fim com um empate a zero, com as duas equipas a dividirem os pontos.

 

Na sua segunda participação num CHAN, Moçambique chega ao seu primeiro ponto nesta prova após disputar quatro jogos, porém os Mambas saíram em branco diferentemente do que aconteceu em 2014 na África do Sul, quando no jogo de estreia Moçambique perdeu 1-3, seguindo-se nova derrota frente à Nigéria (2-4) fechando a sua participação com mais um desaire frente ao Mali (1-2).

 

Os Mambas voltam a jogar na próxima terça-feira, 17 de Janeiro, pelas 21 Horas, frente a selecção da Líbia que saiu derrotada no jogo inaugural desta competição por uma bola a zero com o golo da selecção anfitriã a Argélia a ser apontado na transformação de uma grande penalidade. (LANCEMZ)

Notícias Relacionadas
Ads - Anuncio 3
Todos os direitos reservados a Lance. Registrado no GABINFO: REGISTO: 57/GABINFO-DEPC/210/2022 .