desporto mocambicano

Tiago Muxanga despacha camaronês olímpico e marca encontro com neozelandês

  • 194

O pugilista moçambicano Tiago Muxanga qualificou-se para os quartos-de-final do torneio de boxe inserido nos XXII Jogos da Commonwealth que decorrem em Birmingham, no Reino Unido. Tiago Muxanga despachou o camaronês, Albert Mengue Ayissi que saiu derrotado por 5-0 perante um jovem pugilista que realizou o seu primeiro combate na mais alta roda do boxe internacional Na segunda etapa, Muxanga vai defrontar o neozelandês, Wendell Stanley.  

 

Por Alfredo Júnior, em Birmingham

 

Para a estreia absoluta de Tiago Osório Muxanga em provas internacionais intercontinentais, o pugilista moçambicano teve pela frente o camaronês Albert Mengue Ayissi que esteve presente nos últimos Jogos Olímpicos Tokyo 2020 e que já está habituado a marcar presença em grandes palcos internacionais.

 

VEJA O COMBATE NO NOSSO YOUTUBE

Para tornar o baptismo neste tipo de evento, Muxanga contou com uma plateia do luxo, onde se destacam a alta comissária de Moçambique no Reino Unido, Albertina McDonald, a menina de ouro e única moçambicana campeã do mundo e olímpica, Maria de Lurdes Mutola, o filho do povo e também Presidente da Federação de Boxe, Gabriel Júnior, as mundialistas e suas colegas de selecção Alcinda Panguana e Rady Gramane, para além de outros integrantes da Missão Moçambique em Birmingham.

 Depois de um início do primeiro assalto de forma tímida, foi da bancada que Tiago Muxanga recebeu a instrução clara para assumir o combate e foi pela voz de Rady Gramane.

 Daí para frente o pugilista moçambicano não mais deu chances ao seu oponente que se viu à nora para travar os golpes de Tiago Muxanga que terminou o primeiro assalto com todos juízes a atribuírem pontuação máxima de 10 pontos.

No segundo assalto, Tiago Muxanga entrou de forma avassaladora como a confirmar a sua superioridade sobre o adversário que viu o árbitro a interromper por algumas ocasiões, ensaiando a contagem para aferir o estado do pugilista camaronês. No final dos segundos três minutos do combate, ou seja, do segundo assalto a vantagem continuava a ser atribuída pelos juízes ao moçambicano que voltou a recolher a pontuação máxima de todo corpo de jurados.

No último assalto, Tiago Muxanga tinha praticamente a vitória assegurada, enquanto o Albert Mengue Ayissi procurou à todo custo um KO, mas o pugilista moçambicano soube resguarda-se ao mesmo tempo que conseguia fazer ataques em momentos certos, desferindo golpes que contavam para a pontuação, fazendo uma boa gestão do esforço físico. No final do terceiro assalto, os juízes foram unânimes em atribuir a vitória ao moçambicano por 5-0.

 Para o seleccionador nacional, Lucas Sinóia, Tiago Muxanga esteve a bom nível, traçando uma expectativa positiva para o combate dos quartos-de-fina frente ao neozelandês Wendell Stanley que derrotou a Thembiso Dlhamine de Eswatine por RSC, ou seja o juiz decidiu parar o combate. (LANCEMZ)

Notícias Relacionadas
Ads - Anuncio 3
Todos os direitos reservados a Lance. Registrado no GABINFO: REGISTO: 57/GABINFO-DEPC/210/2022 .