desporto mocambicano

Sidat anuncia que próxima edição da Supertaça Mário Esteves Coluna será realizada na Maxixe

  • 89

 

O presidente da Federação Moçambicana de Futebol, Feizal Sidat, comunicou na manhã desta quinta-feira, 15 de Dezembro, na sua conferência trimestral que a Supertaça do próximo ano será realizada em Inhambane na cidade de Maxixe. O jogo vai envolver o campeão nacional, União Desportiva do Songo, e o vencedor da Taça de Moçambique, Ferroviário de Maputo.

 

Por Redacção LanceMZ e Luís Muianga (Fotos)

 

Esta será a primeira vez que esta competição que marca a abertura da época terá lugar fora da cidade capital. A realização da Supertaça Mário Esteves Coluna está prevista para finais de Fevereiro e início de Março do próximo ano, segundo comunicou Feizal Sidat.

 

"Temos um mini-estádio, com excelentes condições, construído de raíz pela Federação Moçambicana de Futebol, com um investimento a 100% da casa de Futebol com apoio da FIFA", disse Sidat.

 

Refira-se que a Associação Black Bulls é detentora da Supertaça 2022, venceu o Ferroviário da Beira por uma bola sem resposta.

 

Com capacidade de cerca de 2 mil espectadores, o empreendimento que já está na posse da FMF e do Município da Maxixe, está ainda em curso a montagem de cadeiras, conclusão na construção dos "balneários de excelente qualidade, com água quente e uma tribuna de honra", disse Sidat.

 

A inauguração do Estádio será feita em Fevereiro no jogo inaugural da Supertaça Mário Esteves Coluna, edição 2023, isto em Fevereiro próximo. A Casa do Futebol ainda tem 6 meses para junto do empreiteiro apresentar qualquer irregularidade que existir de modo a que possa se rectificar.

 

EMPRESA PARA GERIR ARENA DE VILANCULO

 

Na ocasião, o dirigente referiu-se à construção da Arena de Vilankulo que acolheu o CAN de Futebol de Praia. Equaciona-se uma gestão comum entre a FMF e o Município de Vilankulo, "está a se formar uma empresa para gerir este complexo desportivo cuja construção ainda não terminou, está previsto um ginásio e também um restaurante dentro daquele complexo", para depois acrescentar”, informou Sidat.

 

"É uma arena de construção flexível, quinze dias coloca-se, quinze dias depois desmonta-se, praticamente tudo a título de exemplo da Rússia mas, a nossa idéia foi de construir e manter aquela infraestrutura, por isso é que já nos candidatamos para o Cosafa de 2024 e 2025, o voleibol de praia que tem o africano em Fevereiro ou Março também pode usufruir daquele espaço que é invejável e está ainda em excelentes condições", terminou Sidat a sua explicação no que diz respeito às infraestruturas.

 

PROJECTO PARA CONSTRUÇÃO DO CENTRO TÉCNICO NUMA FASE CONCLUSIVA

 

Um projecto bastante ambicioso da construção do Centro Técnico que será construído na Cidade de Maputo no Complexo Desportivo do Zimpeto, poderá iniciar no primeiro trimestre do próximo ano.

 

Para este projecto a Federação Moçambicana de Futebol já recebeu um ofício do Conselho Municipal de Maputo da área de Infraestruturas e Urbanização e a Casa do Futebol está a tramitar alguns documentos necessários para que possam aprovar o projecto definitivo

 

O centro técnico terá quatro fases de construção, a primeira compreende a construção do campo de relva sintética com 500 a 600 espectadores e, dois campos de relva natural idênticos ao Estádio Nacional, com a componente dos balneários. O campo de relva sintética será construído ao lado da piscina olímpica que vai acolher jogos do campeonato provincial.

 

Refira-se que o valor de financiamento já está garantido para arrancar a obra. No concernente aos hotéis de três a quatro estrelas, Feizal Sidat, reunirá em breve com FIFA para que se possam construir estes empreendimentos que tem um espaço de 10 hectares para o centro técnico nacional. (LANCEMZ)

 

Notícias Relacionadas
Ads - Anuncio 3
Todos os direitos reservados a Lance. Registrado no GABINFO: REGISTO: 57/GABINFO-DEPC/210/2022 .