É já está terça-feira, 28 de Fevereiro, que as selecções nacionais de basquetebol de Moçambi "/> É já está terça-feira, 28 de Fevereiro, que as selecções nacionais de basquetebol de Moçambi "/>
desporto mocambicano

Seleções moçambicanas prontas para batalhas pelo AfroBasket 2023 e AfroCan 2023

  • 999

É já está terça-feira, 28 de Fevereiro, que as selecções nacionais de basquetebol de Moçambique vão disputar as finais que darão acesso ao AfroBasket -2023 e AfroCan -2023. O combinado sénior feminino será o primeiro a entrar em cena pelas 16:00 Horas para defrontar a sua congénere de Angola, enquanto que a masculina vai medir forças pelas 19:00 Horas com a anfitriã do Zimbabwe.

 

Por Alfredo Júnior em Bulawayo

 

O cenário para esta final será a pavilhão 4 da Feira Internacional do Zimbabwe em Bulawayo que esta manhã esteve encerrado e as selecções moçambicana e angolana que deveriam realizar o treino matinal as 8:30 Horas e 9:15 Horas, respectivamente, em preparação da final, cruzaram-se no pátio deste recinto, pois a União de Basquetebol do Zimbabwe tinha pendentes com os proprietários do recinto que travaram as portas que dão acesso à arena.

 

Na manhã de segunda2

-feira, 27, a selecção feminina de Moçambique fez o seu habitual treino e que foi dedicado para a correcção dos movimentos ofensivos e defensivos tendo em conta aquilo que foi a actuação na partida de domingo em que venceu por um ponto de diferença (74-73) depois de na jornada inaugural da prova ter ganho a Angola por 22 pontos de diferença.

 

As experientes jogadoras Odélia Mafanela (capitã) e Ingvild Mucauro dizem que o cinco nacional está motivado e focado na vitória para marcar presença no AfroBasket 2023 que terá lugar no Ruanda, em finais de Julho e início de Agosto próximo.

 

Entretanto, a poste a Nilsa Chiziane poderá desfalcar o combinado nacional nesta final devido ao facto de ter saído lesionada do jogo com Angola do último domingo. Nilsa Chiziane falhou o treino de segunda-feira e está sob observação da equipa médica após lesão na joelho direito.

 

A Médica da selecção Mónica Inroga da conta do boletim clínico da equipa que tem ainda a jogadora Dulce Mabjaia a contas com uma conjuntivite que está a ser tratada para que a base esteja disponível para o jogo desta tarde.

 

SELECÇÃO MASCULINA MOTIVADA

 

Apesar dos últimos acontecimentos que envolveram a selecção sénior masculina de Moçambique que colocaram em risco a sua presença na final frente ao Zimbabwe, os rapazes da Pérola do Índico estão motivados para o duelo frente aos anfitriões que usaram a situação do atraso no pagamento das despesas de hospedagem, alimentação e transporte como parte do “mind game” (jogo psicológico).

 

Após o aprumo desta segunda-feira os jogadores Elves Homwana e Pio Matos Júnior transmitiram o estado de espírito do cinco nacional afirmando que os jogadores estão prontos para dignificar a bandeira nacional neste confronto.

 

A selecção trabalha no sentido de fazer face a alguns sectores em que os zimbabweanos são mais fortes, como é o caso da posição 5 em que o jogador Vitalis Chikoko marca a diferença obrigando os adversários a redobrarem esforços na defesa para o travar.

 

Refira-se que o estado clínico da selecção masculina é satisfatório, depois de os jogadores terem tido algumas mazelas prontamente tratadas e o extremo Hugo Martins ter recuperado da febre por que passou sendo que foi utilizado no jogo do último  domingo em que Moçambique derrotou o Zimbabwe por 66-53. (LANCEMZ)

 

 

 

 

Notícias Relacionadas
Ads - Anuncio 3
Todos os direitos reservados a Lance. Registrado no GABINFO: REGISTO: 57/GABINFO-DEPC/210/2022 .