A selecção sénior masculina de Mo&cce "/> A selecção sénior masculina de Mo&cce "/>
desporto mocambicano

Selecção masculina supera adversidades com foco no AfroCan 2023

  • 592

A selecção sénior masculina de Moçambique prepara-se para regressar as provas internacionais e a qualificação para o AfroCan 2023 prova destinada aos jogadores que actuam localmente é a primeira etapa dessa campanha. Milagre Macome trabalha com a sua armada apontando a qualificação para a fase final da prova como o grande objectivo.

 

Por Redacção LanceMZ

 

Há mais de duas semanas e meia que a selecção nacional trabalha com todo afinco no pavilhão do Maxaquene ou no do Desportivo, a disponibilidade dos pavilhões é uma das adversidades enfrentadas pelos pupilos de Milagre Macome.

 

“Estamos a prepararmo-nos apesar das dificuldades de vária ordem que temos estado a enfrentar, relativamente com as condições e material de trabalho que ainda é exíguo, a disponibilidade de campos pelo que treinamos às 15 Horas, mas fora isso a preparação tem sido satisfatória os jogadores estão a corresponder, recebemos os jogadores que chegaram da Beira e apresentam-se num nível satisfatório e aquilo que foi desenhado podemos considerar que estamos a 80%”, considerou Milagre Macome.

 

Para esta campanha Macome enfrentou algumas contrariedades com alguns dos jogadores pré-convocados a não responderem à chamada devido a razões de vária ordem, com destaque para os que actuam na posição 5, a de poste.

 

“Tivemos jogadores que não se apresentaram, estamos a falar do Egídio Zandamela que apresentou questões de índole pessoal e do Helton Ubisse que  à última hora contraiu uma lesão que poderá comprometer a participação dele para o resto da época, feito isto fizemos démarches junto à Federação Moçambicana de Basquetebol no sentido de convocarmos o jogador Jeremias Manjate que vem de Portugal e está-se a trabalhar no sentido de ele se juntar à equipa antes de nós partirmos para o Zimbabwe para que ele se junto ao grupo em Moçambique. São jogadores que se destacaram na posição 5 no último nacional, vamos sentir a ausência deles (Helton e Egidio) mas com aqueles que nós temos vamos tentar minimizar aquilo que será o impacto desta posição no nosso jogo”, considerou Macome.

 

Entretanto, a Federação Moçambicana de Basquetebol continua a preparar todas questões administrativas e financeiras para viabilizar a participação do combinado masculino nesta etapa de apuramento, sendo que a viagem poderá acontecer entre sábado e domingo.

 

“Nós como Federação procuramos a todo momento procurar respostas para que a nossa preparação seja condigno face ao objectivo que nós temos que é qualificar-nos, é o que estamos a fazer. Nesta altura ainda não é um dado adquirido de que já temos tudo, estamos a fazer algum trabalho tendo em conta esta nossa participação, diante dos desafios que fazem-nos com que em algum momento consigamos ter soluções. O mais importante é que estamos a criar as condições e estamos satisfeitos com o nível de preparação da equipa, enquanto os aspectos logísticos estão em processo ainda não terminados e creio que vamos chegar a um bom porto”, disse Roque Sebastião.

 

Diferentemente da selecção feminina, a turma de Milagre Macome não tem um patrocinador das suas actividades, sendo que a Federação Moçambicano tem estado à procura de parceiros para cias as devidas condições de trabalho ara este combinado nacional. (LANCEMZ)

 

“Estamos confiantes na nossa prestação” – Pio Matos Júnior, Jogador da Selecção

 

Pio Matos Júnior é um dos jogadores com alguns anos de selecção que está a trabalhar sobre a batuta de Milagre Macome depois de recuperar de lesões, o base esteve a um bom nível na Liga Moçambicana de Basquetebol, levando o Sporting de Quelimane ao terceiro lugar na prova. Pio diz-se confiante numa boa prestação.

 

“A preparação está a correr bem tanto ao nível físico como mental, os atletas estão comprometidos, claro que existem algumas dificuldades creio que sejam normais neste tipo de processos, mas estamos confiantes que vamos lutar e vamos dignificar o nosso país o que é o mais importante”, disse o base moçambicano.

 

Sobre a as possibilidades da selecção moçambicana nesta prova que terá cinco participantes, Pio considera que a equipa deve “estar concentrado e comprometido com a causa, não nos esquecendo que temos atletas muito novos que não têm experiência de selecção, mas vamos dar o nosso melhor claro que queremos no qualificar”. (LANCEMZ)

 

“O grupo está motivado”-Elves Homwana, Jogador da Selecção

 

“Viemos do Ferroviário da Beira e a nossa integração está a ser fácil, já tivemos oportunidade de trabalhar com o Coach Mila em outras ocasiões, o grupo encontra-se bastante motivado para encarar esta competição. Temos jovens que estão a integrar-se pela primeira vez na selecção, mas o nível de entrega e determinação que eles trazem para cada treino é muito boa e isso deixa-nos conforta. Sabemos que as outras selecções estão a trabalhar para derrotar Moçambique e nós não paramos de trabalhar”.

Notícias Relacionadas
Ads - Anuncio 3
Todos os direitos reservados a Lance. Registrado no GABINFO: REGISTO: 57/GABINFO-DEPC/210/2022 .