A selecção nacional de futebol, Mambas, não foi além de um empate a uma bola diante do Ruanda no jogo que marcou a abertura da disputa "/> A selecção nacional de futebol, Mambas, não foi além de um empate a uma bola diante do Ruanda no jogo que marcou a abertura da disputa "/>
desporto mocambicano

Ratifo anulou displicência defensiva que quase levava Mambas ao descalabro

  • 479

A selecção nacional de futebol, Mambas, não foi além de um empate a uma bola diante do Ruanda no jogo que marcou a abertura da disputa do Grupo L de qualificação ao Campeonato Africano das Nações que terá lugar na Costa do Marfim em 2023.  A equipa de Chiquinho Conde teve uma entrada em falso, depois de estar a dominar o encontro permitiu a vantagem dos Amavubis, mas valeu a cabeçada de Stanley Ratifo que regressou à selecção e aos golos, empantado a partida a uma bola. 

 

Por Alfredo Júnior em Joanesburgo

 

Para o jogo inaugural da fase de apuramento, Chiquinho Conde colocou em campo uma equipa marcadamente ofensiva e como resultado disso a equipa de todos nós assumiu os destinos do jogo. 

 

Mas só aos 25 minutos é que criou a primeira clara oportunidade de golo, na sequência de um passe açucarado de Kito para remate de Ratifo que saiu por cima do travessão. 

 

No minuto seguinte, ou seja aos 26 minutos, foi a vez de Witi fazer um preciso passe para Geny que remata para uma defesa espectacular de Kwizera, numa altura em que os poucos presentes na bancada VIP já preparavam-se para gritar golo. 

 

Mas, os ruandeses sacudiram a pressão aos 27 minutos com o capitão Kagera a aparecer na área de Moçambique a rematar com intenção, mas ao lado da baliza de Ernani. 

 

Aos 34 minutos, após falta de Zainadine Júnior o Ruanda beneficiou de um livre e na cobrança Ernani conseguiu controlar o remate que não chegou com muita força. 

 

A ala esquerda funcionava bem para os Mambas, com Reinildo e Witi a combinarem bem, com o segundo a tirar um passe para cabeça de Ratifo que rematou com intenção, mas a bola saiu ao lado da baliza de Kwizera.

 

Na segunda parte, Moçambique voltou a assumir o jogo e aos 54 minutos, Geny trabalha bem pela direita e no interior da área de grande penalidade furou um remate que foi desviado pela defensiva, na recarga Witi rematou para a defesa do guarda-redes ruandês. 

 

Numa altura em que Moçambique estava a controlar o jogo eis que numa situação displicente da defensiva dos Mambas a bola vai parar nos pés de Blaize que nota o adiantamento de Ernani e remata para o fundo das redes da equipa que jogava em casa emprestada, isto aos 74 minutos. 

 

Mas a reacção dos Mambas foi imediata, pois aos 76 minutos, surge um excelente centro do recém entrado Gildo para a cabeça de Ratifo que rematou tal e qual mandam as regras, ou seja de cima para baixo e longe do guarda-redes Kwizera que foi recolher no fundo das suas redes. Um golo merecido para Ratifo que ao terceiro remate levou a bola para o fundo das redes.

 

Moçambique procurou chegar ao segundo golo, mas o Ruanda reagiu com o famoso “cai-cai” queimando tempo, já que o empate a uma bola fora de casa era um resultado que estava dentro das suas contas para este arranque da fase de qualificação. (LANCEMZ) 

 

 

FICHA TÉCNICA 

FNB Stadium, Joanesburgo 

 

MOÇAMBIQUE:  1 - Ernani, 10- Clésio, 17- Mexer, 3 - Zainadine Júnior, 15 - Reinildo, 6- Kambala, 11- Kito (18- Gildo 77”), 7- Dominguez (C) (5-Bruno 82”), 20- Geny, 19- Witi 9- Reginaldo 77’) e 13 - Ratifo (16- Telinho 87’)

 

SUPLENTES: 2- Ifren, 4- Amadu, 5- Bruno, 8- Edmilson,, 11- Melque, 12- Victor, 14 - Martinho, 16- Telinho,, 22- Ivan, 23- Shakile

 

TREINADOR: Chiquinho Conde 

 

RUANDA- 23 - Kwizera, 2- Ali (13- Fitina, 61”), 17- Jean, 6- Solomon, 22- Mutsindzi, 3- Emmel, 21 - Blaize, 4- Bizimana, 16 - Yoirk (11- Muhire 82”) 10- Muhadjiri (9- Antoine 61’) e 5- Kagere (7- Bôsco 82’)

 

SUPLENTES: 1- Firoze, 7- Jean Barco, 8- Djabel,, 11 - Muhire, 12- Amabile, 14- Mugisha, 15- Clement,18- Yves, 20- Claude

 

TREINADOR: Carlos Ferrer 

 

ARBITRAGEM DE Balmak Weyesa auxiliado por Samuel Atango (1º assistente), Fasika Fasika (2º assistente) e Temedro Mitiku (4º árbitro) todos da Etiópia 

 

Cartão amarelo para Fitina  e Geny

 

(LANCEMZ) 

Notícias Relacionadas
Ads - Anuncio 3
Todos os direitos reservados a Lance. Registrado no GABINFO: REGISTO: 57/GABINFO-DEPC/210/2022 .