Mais de 250 pugilistas oriundos de perto de 35 países con "/>  Mais de 250 pugilistas oriundos de perto de 35 países con "/>
desporto mocambicano

Pugilistas procuram primeiro ouro africano em Maputo

  • 68

 Mais de 250 pugilistas oriundos de perto de 35 países confirmaram a sua presença no Campeonato Africano de Boxe que terá lugar no pavilhão da Universidade Eduardo Mondlane a partir do próximo sábado até ao dia 17 do corrente mês. 

 

Por Redacção LanceMZ

 

A Federação Moçambicana de Boxe (FMBoxe) diz que está tudo apostos para a realização deste evento que pela primeira vez vai ter lugar na região sul de África e que vai distribuir prémios monetários aos primeiros classificados.

 

O Presidente da FMBoxe, Gabriel Júnior, referiu em Conferência de Imprensa, que são “esperados em Maputo entre 35 a 40 países que vem tomar parte neste evento que não se realizava há mais de cinco anos, nos últimos dos quais devido à pandemia da COVID-19”.

VEJA A REPORTAGEM NO NOSSO YOUTUBE  

 

À margem deste campeonato a cidade de Maputo vai acolher a Assembleia Geral Extraordinária da Confederação Africana de Boxe, para além de ser uma oportunidade para a formação de treinadores e juízes que passarão a ser acreditados ao nível internacional.

 

“Será uma oportunidade importante pois passamos a ter juízes moçambicanos. Só para ter uma ideia nós só temos um treinador formado e licenciado internacionalmente desta vez teremos serão formados juízes e árbitros, bem como teremos treinadores acreditados e que possam ir para a esquina orientar os combates em provas internacionais”, disse Gabriel Júnior.

 

Em Maputo estarão os melhores pugilistas do continente, destacando-se o Marrocos que virá com a maior delegação, sendo que este país “virá com cerca de 40 elementos provando ser uma potência em África onde Moçambique saiu do 27º lugar passando a ocupar o quinto lugar, num ranking dominado por países como Egipto, Marrocos e Camarões”,

 

Moçambique será representado neste evento continental por 13 pugilistas seleccionados em vários cantos dos pais e que estão a ser preparados pela equipa técnica nacional

Chefiada por Lucas Sinoia que é coadjuvado por  Carlos Custódio, que garante que o combinado nacional está a trabalhar para estar ao mais alto nível na prova.

 

A vice-campeã mundial e medalha de bronze na Commonwealth, Alcinda Panguana, a medalha de bronze mundial e de prata em Birmingham, Rady Gramane, é o medalha de bronze no jogos da Commonwealth, Tiago Muxanga, são os destaques na selecção moçambicana e prometem dar o seu máximo para chegarem à conquista de medalhas.

 

Até às meias-finais irão decorrer duas sessões diárias e os acessos ao pavilhão da UEM será mediante a aquisição de bilhetes de entrada que estarão à venda ao preço de 200 Meticais. (LANCEMZ)

 

Notícias Relacionadas
Ads - Anuncio 3
Todos os direitos reservados a Lance. Registrado no GABINFO: REGISTO: 57/GABINFO-DEPC/210/2022 .