desporto mocambicano

Mambas prontos para picar os Bafana Bafana

  • 364

A seleção nacional de futebol, Mambas, defronta esta quarta-feira, 13 de Julho, pelas 17 Horas, a sua congénere da África do Sul, em partida referente aos quartos-de-final da Taça COSAFA 2022. O conjunto dirigido por Chiquinho Conde está confiante para inverter o histórico dos confrontos com os Bafana Bafana, que no ano passado eliminaram Moçambique ao vencerem na semifinal por 3-0.

 

Em quatro jogos entre Moçambique e a África do Sul, os Mambas apenas venceram um e saíram derrotados em três confrontos com a selecção da terra do Rand. E para encontrar a única vitória do combinado nacional diante do seu oponente de quarta-feira, temos que recuar até ao dia 31 de Outubro de 2009, quando em Bulawayo no Zimbawe, Momed Hagi marcou o golo solitário que deu a vitória à equipa de todos nós.

 

EQUIPA ALEGRE A JOGAR

 

Ciente de que o histórico não é favorável aos Mambas, Chiquinho Conde preparou a sua armada ao longo da última semana, tendo concentrado os trabalhos em aspectos técnicos e tácticos para que o grupo de trabalho assimile o modelo de jogo a implementar no Estádio King Zwelithini.

 

Depois de cinco dias de trabalho árduo com algumas sessões bi-diárias, o seleccionador nacional faz uma avaliação positiva do empenho dos jogadores seleccionador, destacando que “tiveram uma aplicação fantástica, a todos níveis, o conhecimento da forma de jogar dos Mambas está a melhorar não é de um momento para o outro que passamos as nossas ideias e estas são assimiladas pelos jogadores”.

 

Conde quer ver uma equipa a jogar alegre em campo, não fugindo aquele que ele considera ser o ADN da forma de estar dos Mambas em que “depois no último terço do campo ninguém ensina, eles que se divirtam, façam um ‘xipawana’, aquilo que eles aprenderam na rua, o que eu quero é que marquem golos, que tenham prazer de jogar futebol”.

 

ÀS CEGAS SOBRE REAL VALOR DO ADVERSÁRIO

 

Em Durban, Moçambique vai defrontar um adversário do qual não conhece o seu real valor, tendo em conta que a África do Sul estará presente nesta competição com uma equipa que não é a sua principal orientada por Hugo Bros.

 

Helman Mkhalele é quem dirige a equipa da terra do Rand que é um misto entre jogadores Sub-23 e alguns que já fizeram parte dos trabalhos da selecção A, facto que dificultou que Chiquinho Conde fizesse o devido ‘scouting’ do adversário.

 

“É uma equipa com alguns jogadores que conhecemos e outros nem tanto, mas também podemos dizer o mesmo da nossa selecção”, disse Conde que, no entanto, prometeu montar uma equipa combativa que supere todas adversidades que encontrar em campo.

Todos os jogadores que foram convocados para esta operação estão aptos para entrar em campo, não havendo relatos de alguma mazela entre os 23 eleitos para representar os Mambas nesta edição da Taça COSAFA 2022. (LANCEMZ)

Notícias Relacionadas
Ads - Anuncio 3
Todos os direitos reservados a Lance. Registrado no GABINFO: REGISTO: 57/GABINFO-DEPC/210/2022 .