A seleção nacional de futebol, Mambas, saiu derrotado por 2-4  

A seleção nacional de futebol, Mambas, saiu derrotado por 2-4

desporto mocambicano

Mambas perdem para irmãos de Sadio Mané e terminam em 4º na Taça COSAFA 2022

  • 137

 

A seleção nacional de futebol, Mambas, saiu derrotado por 2-4  (3-5) após a transformação de pontapés da marca de grande penalidade depois de um empate a uma bola diante do Senegal e terminou em quarto lugar na Taça COSAFA 2022, na partida que decorreu na tarde deste domingo no Estádio Moses Mabhida, na cidade de Durban, na África do Sul. 

 

Os Mambas voltaram a falhar o podium do torneio regional tal e qual na edição passada em que perdeu para Eswatine por 2-4, na decisão através da marcação de pontapés da marca de grande penalidade depois de empate a uma bola no tempo regulamentar.

 

Tal como havia prometido Chiquinho Conde promoveu várias alterações no 11 dos Mambas colocando vários jogadores que não tinham ainda jogado, destacando-se Melven Choi, no ataque, Alberto Alface, na defesa, que tiveram a sua estreia absoluta na equipa principal nacional. 

 

Foi uma equipa com uma média de idade na casa de 26.3 anos, contra um adversário com média de 22.9 anos escalada por Pape Bouna Thiaw que conduziu a equipa da terra de Sadio Mané, um dos candidatos ao prêmio de melhor jogador africano. 

 

A primeira parte da contenda terminou com um nulo, após as duas equipas não conseguirem transformar as poucas oportunidades que tiveram em golos.

 

Só à passagem do minuto 77 é que gritou-se golo no majestoso estádio Moses Mabhida e foi na cobrança de um castigo máximo, depois da falta cometida por Alberto “Foia” Alface. Coube a Pape Bouna Thiaw levar a bola a beijar o fundo das redes defendidas por Victor Guambe. 

 

Mas os Mambas correram atrás do prejuízo e foi através de Lau King (que entrou na segunda parte) que a selecção moçambicana chegou ao golo de igualdade marcado no terceiro minuto de compensação dos 90, o que permitiu levar a decisão para os pontapés da marca de grande penalidade. 

 

Aí Lau King foi o primeiro a falhar por Moçambique ao levar a bola a beijar a barra transversal na primeira grande penalidade, depois foi Danilo a rematar para as nuvens na segunda cobrança. Mexer ainda marcou a terceira penalidade colocando o resultado em 1-3. Victor Guambe defendeu o quarto penalte cobrado pelos Leões de Taranga restabelecendo a esperança confirmada por Alberto “Foia” Alface que colocou o resultado em 2-3. 

 

Mas Ndiya marcou a penalidade que sentenciou o jogo colocando o resultado final da cobrança de penalidade em 2-4, permitindo que o Senegal terminasse na terceira posição deste torneio regional. 

 

11 INICIAL DOS MAMBAS - Victor Guambe; Ifren, Foia, Danito e Danilo; Dário e Amadu; Nelson, Ling e Yude; Isac (c).

 

(LANCEMZ)

Notícias Relacionadas
Ads - Anuncio 3
Todos os direitos reservados a Lance. Registrado no GABINFO: REGISTO: 57/GABINFO-DEPC/210/2022 .