Uma premiação a condizer com a dimensão da figura homegeaga, o poeta mor Jos& "/>  

Uma premiação a condizer com a dimensão da figura homegeaga, o poeta mor Jos& "/>

desporto mocambicano

Lurdes Mutola oferece dois carros na corrida Centenário José Craveirinha

  • 608

 

Uma premiação a condizer com a dimensão da figura homegeaga, o poeta mor José Craveirinha, foi o que Maria de Lurdes Mutola, através da sua fundação, ofereceu aos vencedores da Corrida Centenário José Craveirinha que teve lugar na manhã deste sábado, 16 de Julho, nas principais artérias da cidade de Maputo. Os corredores Verónica Macamo (da Associação Portuguesa) e Donaldo Machava (da João e Filhos) vieram a pé, correram, terminaram em primeiro e levaram para casa uma viatura cada um, sendo este um sonho que os atletas tinham de correr e ganhar um carro para ajudar na sua mobilidade.

 

Por Alfredo Júnior

 

Ao todo foram cerca de 400 corredores que tomaram parte nesta corrida com destaque para a única campeã mundial e olímpica Lurdes Mutola que voltou a correr e cortou a meta na companhia de Kurt Couto, outro atleta que marcou várias presenças em provas olímpicas, e ambos ostentavam o dorsal número 100 em homenagem ao centenário do poeta mor que descobriu a menina de ouro no futebol e puxou-a para o atletismo.

 

Em federados femininos o destaque foi para a nova coqueluche do atletismo moçambicano, a fundista Verónica José Macamo que fez os 5.5 km da prova em 21.00:53 minutos, deixando na segunda posição a Maria Cossa que fez a prova em mais 58 segundos que a primeira classificada, tendo Domingas Ernesto, atleta que veio do distrito do Songo, na Província de Tete, terminado em terceiro com a marca de 22.07.16 minutos. Para Verônica José Macamo está prova serviu de preparação para o Mundial de Juniores a decorrer na Colômbia e o carro ganho faz parte dos seus.

 

Em masculinos, a luta pelo primeiro lugar também foi renhida e Donaldo Machava acabou por terminar em primeiro lugar com o tempo de 17.04:51 minutos, deixando para trás a concorrência  de Alex Macuácuà (da Associação Portuguesa) que fez o tempo de 17.27:20 minutos, tendo a terceira posição ficado com o atleta Zacarias Sitóe com a marca de 17.29:12 minutos.

 

Donaldo Machava referiu que tinha na conquista de uma viatura como um sonho, referindo que o mesmo nasceu ao ver o etíope Kenesisa Bekhele a conquista uma viatura após vencer uma prova de estrada.

 

Na Corrida Centenário José Craveirinha foram atribuídos prêmios monetários do primeiro ao quinto classificado que variavam dos 20 mil aos 3 mil Meticais. Para a família Craveirinha esta foi uma justa homenagem ao também desportista, tendo o filho mais velho do poeta, Zeca Craveirinha, referido que o gesto de Lurdes Mutola em reconhecer o seu tutor tem um significado incomensurável.

 

Para além das duas viaturas, a organização do evento investiu cerca de 200 mil Meticais na premiação dos atletas que se destacaram, desde os federados, populares, cadeirantes e atletas com triciclo, em ambos sexos. (LANCEMZ)

 

Notícias Relacionadas
Ads - Anuncio 3
Todos os direitos reservados a Lance. Registrado no GABINFO: REGISTO: 57/GABINFO-DEPC/210/2022 .