A Federação Moçambicana de Futebol (FMF) foi sancionada pela Confederaç "/>  

A Federação Moçambicana de Futebol (FMF) foi sancionada pela Confederaç "/>

desporto mocambicano

FMF multada pela invasão ao relvado  do Zimpeto nos festejos pela qualificação ao CHAN 2022

  • 409

 

A Federação Moçambicana de Futebol (FMF) foi sancionada pela Confederação Africana de Futebol (CAF) pela invasão dos espectadores ao relvado do Estádio Nacional do Zimpeto no final do jogo em que Moçambique empatou a zero frente ao Malawi e que valeu a qualificação ao CHAN-2022 - Campeonato Africano das Nações destinado aos jogadores que actuam localmente.

 

Por Alfredo Júnior e Eliseu Patife (Fotos)

 

O Comité de Disciplina da CAF, composto por Raymond Hack (África da Sul), Issa Sama (Burkina Faso),Youssouf Ali Djae (Comores) e Boubacar Coulibaly (Mali) reuniu-se a 15 de Setembro último e analisou o relatório efectuado pelo Comissário do jogo decorrido a 4 de Setembro que indicava que “no final da partida os espectadores invadiram o campo para comemorar com os jogadores e equipa técnica sem intervenção da polícia para tentar impedir tal invasão”.

 

Face a estes acontecimentos o Comité de Discuplina decidiu aplicar uma multa de 10.000,00 Dólares Americanos (cerca de 650 mil Meticais) decorrentes da invasão ao relvado do Estádio Nacional do Zimpeto.

 

A aplicação desta sanção foi tendo em conta o regulamento de competições da CAF, sendo que no seu artigo número 151 faz saber que: “1. As federações nacionais que organizam jogos devem: b) cumprir e implementar as regras de segurança existentes (Regulamentos FIFA e CAF, leis nacionais, acordos internacionais) e tomar todas as precauções de segurança exigidas pelas circunstâncias antes, durante e depois do jogo; c) zelar pela segurança dos jogadores e dirigentes da equipe visitante durante a sua permanência; f) Garantir que todos os objetos perigosos e/ou lasers não sejam permitidos no estádio ou nas áreas circundantes, realizando buscas de espectadores. 2. As federações nacionais são responsabilizadas pelo comportamento dos seus adeptos (especialmente quanto ao lançamento de mísseis e à invasão do campo)”.”

 

Entretanto, a FMF tem a prerrogativa de recorrer a está decisão disciplinar ao Comité de Apelo da CAF, tendo três dias para submeter a sua contestação e o prazo para tal termina esta quarta-feira, 12 de Outubro, tendo em conta que a decisão é do dia 9 deste mês.

 

Recordar que os festejos no final do jogo dos Mambas frente ao Malawi foram exacerbados visto que Mocambique há mais de dez anos que não se qualificava para uma competição africana, na categoria de seniores e a presença no CHAN-2022 a disputar na Argélia marca o regresso do país a mais alta roda do futebol africano. (LANCEMZ)

Notícias Relacionadas
Ads - Anuncio 3
Todos os direitos reservados a Lance. Registrado no GABINFO: REGISTO: 57/GABINFO-DEPC/210/2022 .