desporto mocambicano

Filipe Nyusi felicita Mambas e diz que merecem outro tipo de apoio

  • 208

O Presidente da República, Filipe Nyusi, endereçou uma mensagem de felicitação à selecção nacional de futebol, Mambas, pela qualificação aos quartos-de-final do Campeonato Africano das Nações destinado aos jogadores que actuam localmente – CHAN 2022. Nyusi falava em entrevista à RM Desporto e à Televisão de Moçambique logo após a derrota por uma bola a zero no confronto frente à Argélia, na noite de sábado.

 

Por Alfredo Júnior

 

Nyusi disse que “há quem possa pensar que estamos tristes com a derrota”, porém o estadista moçambicano destacou o facto de os “argelinos terem vencido todos jogos e nenhuma das equipas que ficaram por trás superaram os Mambas”, pelo que há que realçar que “estamos muito bem nesta competição, continua a ficar claro que o segredo de tudo é o trabalho e neste caso ficou claro que os Mambas foram orientados pelo resultado e pelos objectivos que passavam pela qualificação e o mérito vai para o treinador e para os jovens jogadores”.

 

Na véspera do jogo, isto na manhã de sexta-feira, 20 de Janeiro, o Presidente da República interagiu com os Mambas por via de uma videochamada, tendo revelado que após esse contacto voltou “a falar longamente com o treinador Chiquinho Conde e fiquei a perceber muita coisa e temos perceber e continuar a apoiar a equipa técnica e os jogadores, há muita coisa que deve ser feita, os jovens precisam de ser apoiados na dimensão das capacidades do país”.

 

O Chefe de Estado destacou o investimento feito pela Secretaria de Estado do Desporto, através do Fundo de Promoção Desportiva, que viabilizou financeiramente a participação de Moçambique nesta prova, referindo que “vamos continuar como Governo a apoiar esta participação, não nos vamos arrepender nem que não se qualifiquem é preciso investir gradualmente”.

 

NÃO É PROIBIDO SONHAR

 

Nyusi que acompanhou o jogo dos Mambas fora da cidade de Maputo destacou o facto de os moçambicanos em todos cantos do país estarem entusiasmados e mobilizados no apoio aos Mambas que têm a possibilidade de continuar a fazer história nesta competição.

 

“Nós temos que sonhar, não é proibido. Não somos quaisquer, é verdade que agora jogaremos com o Madagáscar ou Gana, porém qualquer que seja o adversário estamos prontos para enfrentá-los, os jovens moçambicanos estão a honrar os heróis do desporto com factos concretos, não com palavras ou imaginação. O Coluna, por exemplo, estaria a sentir que as plantas que ele deixou estão a florir, pelo que vamos sonhar e devemos encorajar os jovens, o importante é que quando cairmos temos que saber levantar e não cair definitivamente ou para sempre, já começamos a marcha e está a correr bem”, disse Nyusi.

 

Nyus apelou para que os moçambicanos continuem a “acreditar nesta equipa jovem, a consumir o produto nacional, visto que o treinador Chiquinho é produto do próprio país e acreditar naqueles que pensam e trabalham para o desporto, os investimentos que possam ser feito nas províncias e nas escolas, veja que temos um guarda-redes com 19 anos e a fazer história e isso é muito bom. Vamos trabalhar, não tenham medo nem receio de trabalhar e continuaremos a fazer melhor, tenho muita fé e acredito muito no trabalho, estes jovens estão a trabalhar em condições difíceis, tenho a certeza de que no desporto nacional temos estado a fazer bem com bons resultados, vamos acreditar e vamos sonhar, ninguém é proibido”. (LANCEMZ)

Notícias Relacionadas
Ads - Anuncio 3
Todos os direitos reservados a Lance. Registrado no GABINFO: REGISTO: 57/GABINFO-DEPC/210/2022 .