Uma vez mais o basquetebol da cidade de Maputo vai observar uma paralisação forçada devido à falta de pagamento pelos clubes das taxas de arb "/> Uma vez mais o basquetebol da cidade de Maputo vai observar uma paralisação forçada devido à falta de pagamento pelos clubes das taxas de arb "/>
desporto mocambicano

Falta de pagamento da Taxa de Arbitragem pelos clubes força paralisação do basquetebol em Maputo

  • 303

Uma vez mais o basquetebol da cidade de Maputo vai observar uma paralisação forçada devido à falta de pagamento pelos clubes das taxas de arbitragem que devem ser canalizadas a Associação da Cidade de Maputo que vê-se obrigada a interromper as provas em todos os escalões.

 

Por Redacção LanceMZ

 

Com efeito, a ABCM viu-se sem saída o que motivou a não marcação dos jogos dos seniores aos iniciados em ambos sexos que deveriam ter lugar este fim-de-semana por conta das dívidas que os clubes têm e que tem estado a crescer, fazendo com que o organismo que dirige a bola-ao-cesto na capital do país não tenha liquidez para efectuar  o pagamento dos subsídios destinados aos árbitros e juízes de mesa que tem dirigido as partidas.

 

Ao que o LanceMZ apurou só relativo ao mês de Agosto são cerca de 90 mil Meticais de dividas que os clubes da capital do país têm para com a Associação que não tem recursos alternativos para fazer face à movimentação das provas.

 

Este facto surge numa altura que está em curso a disputa do campeonato da cidade de Maputo em vários escalões, sendo que nos seniores masculinos e femininos a prova segue na sua sexta jornada, com o Costa do Sol a ocupar a liderança, em ambos sexos.

 

Hélder Amiel, Secretário Geral da ABCM, referiu, no contacto que manteve com o LanceMZ, que “ao longo da semana foram feitos contactos com os clubes no sentido de liquidarem as suas dívidas, mas foi a debalde, visto que a situação prevaleceu o que forçou a não marcação dos jogos”.

 

Refira-se que esta época a ABCM tem enfrentado várias dificuldades financeiras para a movimentação da bola-ao-cesto, sobretudo depois de ter perdido o patrocinador que assegurava as despesas básicas da realização  do Campeonato da Cidade de Maputo, uma prova que esta época movimenta 11 equipas masculinas e sete femininas. (LANCEMZ)

Notícias Relacionadas
Ads - Anuncio 3
Todos os direitos reservados a Lance. Registrado no GABINFO: REGISTO: 57/GABINFO-DEPC/210/2022 .