O Sul africano Abdnico Mashaba e a zimbabaweana Neviah Maganzo foram os grandes vencedores da quarta edição da C "/> O Sul africano Abdnico Mashaba e a zimbabaweana Neviah Maganzo foram os grandes vencedores da quarta edição da C "/>
desporto mocambicano

Estrangeiros dominam 4ª edição da Corrida Azul

  • 68

O Sul africano Abdnico Mashaba e a zimbabaweana Neviah Maganzo foram os grandes vencedores da quarta edição da Corrida Azul Standard Bank que decorreu no sábado, 3 de Setembro, três anos depois de interrupção devido a pandemia da COVID-19. O evento contou com a participação de cerca de quarto mil corredores, entre federados, populares e foi uma prova inclusiva a cadeirantes.  

 

Por Redacção LanceMZ

 

Logo pela manhã a avenida 10 de Novembro recebeu milhares de corredores que afluíram em massa a quarta Corrida Azul Standard Bank. A primeira largada foi dos 21 km destinada maioritariamente a atletas federados. 

 

Esta corrida foi ganha por Abdnico Mashaba que fez a distância com o tempo de 1 horas 11 minutos e 25 segundos, deixando na segunda posição ao atleta Flávio Seholhe que correu a distância em 1 hora 11 minutos e 29 segundos, enquanto que Donaldo Gito Machava ficou em terceiro com a marca que de 1 hora 12 minutos e 11 segundos. 

VEJA A REPIRTAGEM EM VIDEO

 

Em femininos a prova principal da corrida foi ganha pela zimbabweana Neviah Maganzo que fez os 21 quilômetros com o tempo de 1 hora 29 minutos e 36 segundos deixando em segundo lugar a moçambicana Zeferina Marinho que correu a prova com o tempo de 1 horas 32 minutos e 53 segundos, a terceira posição ficou com a sul africana Zanele Seholhe que terminou a prova em 1 hora 35 minutos e 48 segundos.

 

A corrida azul contou com uma dos 15 quilômetros que em masculinos foi ganha por Elliot Vilanculos com o tempo de 49 minutos e 54 segundos e em femininos a vitória ficou com Catarina Uqueio que fez a a marca de 54 minutos e 34 segundos. Na prova destinada aos colaboradores do patrocinador do evento, o destaque foi para que revalidou o título conquistado em 2019. 

 

MARIA LUISA MUGALELA DESTACA-SE AOS 64 ANOS

 

Neste evento houve espaço para atletas populares com destaque aos que se enquadrariam na classe dos venteranos e o destaque vai para Maria Luísa Mugalela que aos 64 anos terminou em segundo lugar na categoria dos 15 quilômetros fazendo o tempo de 1 hora 12 minutos e 41 segundos. 

 

A Corrida Azul foi inclusiva, ou seja, integrou provas para cadeirantes e atletas com motociclos que fizeram o percurso de quatro quilómetros. Sandra Langane foi uma das vencedores com o tempo de 18 minutos e 23 segundos. 

 

A competição que conta com a parceria da Associação de Atletismo da Cidade de Maputo, distribui prémios monetários no total de 250 mil meticais, repartidos entre atletas federados, populares e portadores de deficiência física. (LANCEMZ)

Notícias Relacionadas
Ads - Anuncio 3
Todos os direitos reservados a Lance. Registrado no GABINFO: REGISTO: 57/GABINFO-DEPC/210/2022 .