desporto mocambicano

Chiquinho Conde: “temos talento e é preciso acarinhar estes jovens”

  • 1219

Chiquinho Conde era um homem feliz com a vitória alcançada pela selecção nacional de futebol, na categoria Sub-23, sobre as Maurícias, sobretudo por os jogadores terem o feito com uma exibição que mereceu elogios da crítica desportiva, acrescida ao facto de terem tido pouco espaço de tempo para preparar a eliminatória. Conde disse que o resultado e exibição foi fruto da resiliência do grupo de trabalho, sendo motivo de orgulho e satisfação o facto de terem demonstrado que estão preparados para competir ao mais alto nível.

 

Por Alfredo Júnior e Eliseu Patife (Fotos)

 

Na conferência de imprensa de análise do jogo, Conde começou por dar os parabéns aos jogadores que estiveram a bom nível, tendo afirmado que “muita gente pensa que este escalão é de formação, mas estes jogadores Sub-23 já estão maturados e grande parte deles já poderiam estar convocados para a selecção nacional A, pelo que é importante dar-lhes espaço para competir, assim um a outro poderá entrar para a equipa principal”.

 

O Seleccionador Nacional considerou ter sido “uma semana complexa de preparação do jogo”, por conta das incertezas na realização do jogo, mas o grupo demonstrou capacidade de “resiliência, da capacidade de adaptar-se ao Mundo”.

 

BOM PRESSÁGIO MARCAR NO ZIMPETO

 

“Hoje todo mundo está satisfeito e há quem acha que o resultado foi escasso, mas esquecessem que tivemos quatro jogadores que chegaram nas vésperas do jogo, nem sequer tiveram descanso, nem sequer tiveram tempo para perceber as nossas ideias e, por exemplo, o Pinho teve cãibras aos 50 minutos, mas é motivo de orgulho e satisfação saber que eles estão preparados para competir em qualquer circunstância”, disse Chiquinho Conde.

 

O timoneiro dos Mambinhas Sub-23 considera que a vantagem de três bolas sem concorrência permite abordar o jogo da segunda mão com “tranquilidade, pois há uns anos a esta parte não me lembro de uma equipa a ganhar por 3-0 no Zimpeto, já conseguimos fazer golos neste estádio o que é um bom presságio, pelo que vamos gerir o jogo com mais tranquilidade e respeitar o adversário que na segunda parte mostrou o que era a sua mais valia e jogando com o seu público as coisas podem não ser fáceis se não colocarmos o pé no acelerador, pelo que não podemos deslumbrar perante este resultado, mas sem sombra de dúvida que é um bom resultado, mas nada está garantido”.

 

É PRECISO DAR COMPETIÇÃO A ESTES JOGADORES

 

Chiquinho Conde voltou a defender a necessidade de os jogadores desta categoria possam competir com alguma regularidade para que possa garantir que haja alternativas para a selecção nacional principal.

 

“Existe talento, existe qualidade e se repararem temos um grupo de jogadores com uma complexão física muito boa, se competirem a começar pelo nosso campeonato, pois os clubes devem apostar nestes activos visto que por vezes contratam jogadores estrangeiros sem a mesma qualidade que estes jovens que têm um historial de selecção, pelo que é preciso dar-lhes espaço para competir, veja que esta selecção não competia há três ou quatro anos, pelo que é preciso acreditar nestes jovens porque ninguém evolui só treinado, vamos perder algumas vezes (espero que não) mas é preciso acarinhá-los", referiu o Seleccionador Nacional.

 

Conde sublinhou ser necessário dar espaço a estes jogadores alguns dos quais estão na mira para fazer parte da Selecção Nacional principal, reiterando o apelo aos clubes para que possam utilizá-los nas equipas que militam no Moçambola, sendo que alguns estão na calha para ser seleccionáveis para o CHAN 2021 que vai ter lugar próximo ano na Costa do Marfim. (LANCEMZ)

Notícias Relacionadas
Ads - Anuncio 3
Todos os direitos reservados a Lance. Registrado no GABINFO: REGISTO: 57/GABINFO-DEPC/210/2022 .