desporto mocambicano

Chiquinho Conde: “É desagradável jogar em casa emprestada, mas estamos focados na vitória”

  • 324

A seleccão nacional de futebol, Mambas, cumpriu a primeira semana de trabalhos com vista aos jogos de arranque da campanha de qualificação ao CAN-2023, a decorrer na Costa do Marfim. Foi com jogadores que actuam no Moçambola que Chiquinho Conde iniciou a etapa de preparação dos jogos com o Ruanda, a 2 de Junho, e Burundi, a 8 do mesmo mês, o treinador e o técnico moçambicano está cinete de que o grosso da equipa que vai atacar este apuramento será composto por atletas que actuam no estrangeiro, dado que os que jogam internamente ainda precisam de um trabalho árduo para corresponder as expectativas. Conde Mostrou o seu desagrado por jogar longe do público dos Mambas, mas diz que isso não retira o foco na vitória.

 

Por Alfredo Júnior

 

Logo após o jogo de ensaio em que os Mambas perderam por uma bola sem resposta diante da Eswatine que também se fez a partida com jogadores que militam no campeonato interno, Chiquinho Conde disse que “muitos jogadores que estiveram em campo nunca tiveram a oportunidade de envergar a camisola dos Mambas que pesa, mas já foi bom porque este treino pós a nú alguma dificuldade competitiva, sobretudo porque estamos em vésperas de iniciar uma campanha para CAJN-Interno, pelo que é importante para criar a empatia e sinergias entre os jogadores e para que conhecq1am a equipa técnica”.

 

O treinador lamentou não poder contar para esta arranque de campanha com jogadores que já são habituais na seleccão nacional, como são os casos de Luís Miquissone e Dayo António, que estão lesionados, mas o treinador recorreu a velha máxima para minimizar a ausência destes atletas, ao afirmar que “no futebol só faz falta quem cá está presente”, para depois acrescentar “que são belíssimos jogadores, contava com eles numa fase inicial, mas as lesões nunca aparecem numa melhor altura, temos o caso do Kamo-Kamo que foi operado ao menisco está em recuperação e só espero que os jogadores que terminaram a época façam a sua preparação para que se juntem em condições à selecção”.

 

RATIFO E ISAC CONVOCADOS PARA SUPRIR DÉFICE DE GOLOS

 

E é com tranquilidade que Chiquinho Conde diz que vai abordar o arranque desta campanha para a qualificação para o maior evento futebolístico continental que Moçambique tem falahado já lá vao 12 anos, pois a última presença dos Mambas num Campeonato Africano das Nações aconteceu em 2010, quando a prova decorreu em Angola, sendo que boa parte dos jogadores qye consta dos eleitos do treinador marcou presença nesse certame.

 

“Já viemos a trabalhar com grande parte dos jogadores desde Novembro, nos dois últimos jogos para o Campeonato do Mundo e o grupo noa fugira muito desse, certamente que irão entrar alguns novos e sair outros, dependendo daquilo que é a performance de cada um, tivemos alguma indicação para vermos com que iremos contar para esta campanha, lesionou-se o Miquissone mas resgata-mos o Ratifo, temos o Isac de Carvalho que é mais uma valia para o sector ofensivo onde estamos carente de golos, apesar de criarmos muitas situações de golo e todo essa forma de estar é montado também em torno dos 12 que actuam no estrageiro”.

 

TIAGO TRABALHA NO “SCOUTING” DOS ADVERSÁRIOS

 

O Ruanda será o primeiro adversário em partida a ter lugar em Joanesburgo, no FNB Stadium, e Chiquinho Conde diz que a sua equipa técnica já está a fazer o devido “scouting” aos adversários “estamos a fazer a analise da performance através do Francisco e com o Tiago, já temos os relatórios e vamos informara aos jogadores aqueles que são os pontos mais fortes do adversário e, obviamente, trabalharmos os aspectos sobre onde poderemos ferir os “Amavubis””.

 

O treinador ainda está com o sentimento de tristeza pelo facto de os Mambas iniciarem a campanha fora do seu ambiente, afirmando que “naturalmente é desagradável jogarmos fora quando o nosso jogo é em casa, queríamos imenso poder jogar diante do nosso público que seria mais um apoio adicional, mas de qualquer forma são ossos do ofício, mas teremos que encarar a situação com naturalidade”.

 

Ainda assim, o timoneiro dos Mambas diz que os objectivos traçados [ara este arranque são os mesmos e passam por conseguir chegar as vitórias: “Estamos focados na vitória, obviamente que outro resultado não nos passa pela cabeça, aliás este grupo tem demonstrado que tem sempre lutado para poder ganhar, respeitando sempre adversário que também quer ganhar porque hoje o futebol o fosso entre as equipas é mínimo, pois visto que trabalha-se da mesma maneira, as camisolas não ganham jogos pelo que é preciso lutar, trabalhar, correr e ter humildade de respeitar o adversário só assim é que  podemos superar e conseguir os nossos objectivos”. (LANCEMZ).

 

 

Temos que respeitar e acarinhar o Dominguez

 

Aquando da sua apresentação como timoneiro dos Mambas, Chiquinho Conde anunciou que o capitão da selecção nacional de futebol, Elias Gaspar Pelembe, ou simplesmente Dominguez, estaria de regresso aos convocados e teria um lugar privilegiado na sua equipa, tendo inclusive revelado que “seria Dominguez mais onze jogadores”.

 

Conde disse que a fórmula seria continuada, ainda que com alguns reparos, tendo em conta que o histórico jogador dos Mambas não tem estado a jogar com regularidade, daí que tenha afirmado que “neste momento se o Dominguez não aparecer lesionado vai fazer parte dos 23 convocados”.

 

“É preciso perceber que naquela altura era importante resgatar uma figura que é o capitão da equipa que estava afastado da selecção Nacional que tem de ser acarinha pelo seleccionador, se eu o acarinho o meu capitão quem mais o poderá o acarinhar?”, questionou conde para depois rematar afirmando que “é inquestionável que o Domingues tem uma qualidade fantástica, sabendo está numa fase da carreira mais difícil, ele saberá e nós sabemos disso, e se ele estiver em condições físicas e psíquicas será bem vindo”.

 

Dominguez e Kamabala, que militam na África do Sul, vão juntar-se aos Mambas em Joanesburgo, não tendo a necessidade de vir a Maputo para a concentração da selecção nacional de futebol que parte domingo, 29 de maio, para a terra do Rand. (LANCEMZ)

Notícias Relacionadas
Ads - Anuncio 3
Todos os direitos reservados a Lance. Registrado no GABINFO: REGISTO: 57/GABINFO-DEPC/210/2022 .