MAPUTO, Moçambique, 29 de Junho de 2022 – Os telespectadores da  MAPUTO, Moçambique, 29 de Junho de 2022 – Os telespectadores da 

Campeonato Africano de Futebol (WAFCON) em feminino TotalEnergies 2022: A glória continental está em jogo em Marrocos

  • 320

MAPUTO, Moçambique, 29 de Junho de 2022 – Os telespectadores da SuperSport na DStv e na GOtv estão em contagem regressiva rumo ao Campeonato Africano das Nações TotalEnergies 2022 em feminino. O torneio que vai decorrer em Marrocos, de 2 à 23 de Julho, vai exibir as maiores estrelas africanas de futebol.

 

A competição será também uma antecâmera para a qualificação das selecções africanas para a Copa do Mundo em feminino de 2023. As primeiras quatro (4) equipas qualificadas vão disputar a Copa do Mundo na Austrália e Nova Zelândia, sendo que mais duas selecções vão jogar os play-offs.

 

O futebol nunca para na DStv e na GOtv! A SuperSport é a única verdadeira casa do futebol em África, proporcionando uma gama e intensidade de acção única - é literalmente "Futebol Imbatível"! Se vai investir o seu dinheiro em algo, pode ser no melhor futebol do mundo.

 

Este ano, será a 14ª edição do WAFCON e a primeira que vai contar com 12 equipas (subdivididas em três grupos: Grupo A - Marrocos, Burkina Faso, Senegal, Uganda; Grupo B - Camarões, Zâmbia, Tunísia, Togo; e, Grupo C - Nigéria, África do Sul, Burundi, Botswana). A competição deveria ter acontecido em 2020, no entanto, por conta da pandemia da Covid-19, foi cancelada.

 

O último WAFCON foi disputado em 2018 em Gana e viu a Nigéria sagrar-se campeã com um recorde de 11º título depois de derrotar, nas penalidades, a África do Sul.

As superáguias da Nigéria começam como as favoritas para continuar a dominar o futebol feminino em África, com o treinador Randy Waldrum a liderar uma equipa repleta de estrelas que está determinada a reivindicar novamente a glória no CAN em feminino.

 

"Estamos cientes da intensa competição que se vai desenrolar lá em Marrocos. Não temos ilusões", disse a capitã nigeriana, Onome Ebi. "O futebol feminino tem continuado a crescer em muitas outras nações africanas, mais rapidamente do que qualquer um pode imaginar".

 

"Portanto, não há que subestimar qualquer equipa. Todas selecções estão optimistas quanto às suas hipóteses e ganhar acesso ao Campeonato do Mundo. Como defensoras dos campeões, conhecemos os nossos pontos fortes. Sabemos o que temos de trazer para o campo e vencer ".

 

A principal ameaça às ambições da Nigéria vem da África do Sul e dos Camarões - ambas a participar nos seus 13º torneios WAFCON. Enquanto que os anfitriões, Marrocos, Zâmbia e Senegal, serão cavalos negros.

 

O formato alargado do torneio também permite nada menos que quatro estreias (Botswana, Burkina Faso, Togo e Burundi) a fazerem as suas primeiras aparições no WAFCON.

A fas

Notícias Relacionadas
Ads - Anuncio 3
Todos os direitos reservados a Lance. Registrado no GABINFO: REGISTO: 57/GABINFO-DEPC/210/2022 .