A selecção nacional de futebol de praia está com a calculadora nas mão "/>  

A selecção nacional de futebol de praia está com a calculadora nas mão "/>

desporto mocambicano

Balde de água fria na Arena de Vilankulo e Guerreiros estão de calculadora nas mãos

  • 124

 

A selecção nacional de futebol de praia está com a calculadora nas mãos, após sair derrotada por 3-1 diante do Marrocos no jogo da segunda jornada do Grupo A do Campeonato Africano das Nações que decorre na Arena de Vilankulo, na província de Inhambane.

 

Por Alfredo Júnior em Vilankulo

 

Agora os Guerreiros da Praia vão ter que aguardar pelo jogo Marrocos - Malawi para saber se seguem em frente para as meias-finais da competição, pois uma vitória dos malawianos leva a que se façam contas sobre qual as equipas a seguirem em frente, visto que cada uma passará a somar três pontos, devendo-se recorrer ao desempate através do número de golos marcados.

 

Para já, Moçambique está em vantagem para o Marrocos apesar da derrota, visto que tem mais golos marcados, cinco em dois jogos, contra três marcados pelos Leões do Atlas que tem menos um jogo.

 

EXIBIÇÃO POBRE NA DERROTA COM MARROCOS

 

O embate entre Moçambique e o Marrocos era o quarto na história entre as duas nações que antes do sorteio encontraram-se três vezes na Arena da Costa do Sol, partidas amigáveis que resultaram em duas vitórias para os Guerreiros da Praia e uma vitória para os Leões do Atlas.

 

Com a Arena de Vilankulo a rebentar pelas costuras, os donos da casa entraram apáticos e sem conseguirem impor-se diante dos visitantes, mas foram os pupilos de Abineiro Ussaca que chegaram ao primeiro golo quando faltavam 2:15  minutos para terminar o primeiro período, com o golo a ser apontado poro Ramossete Cumbe de grande penalidade.

 

A vantagem de Moçambique foi anulada com 9:26 minutos  por jogar no segundo período, com o tenho de empate a ser anotado por de Kamal Yassine, gelando a arena de Vilankulo.

 

O domínio dos marroquinos acentuou e quando faltavam  27:7 segundo por jogar no segundo período os Leões do Atktas passaram para frente da marcha do marcador com o golo anotado por Anuar Findi.

 

O verdadeiro balde de água fria chegou quando estavam ainda por jogar 8:45  minuto do terceiro período quando o Marrocos anotou o seu terceiro golo por intermédio de  Zouhair  Jabarry que fixou o resultado final 3-1, para desilusão total e completa dos moçambicanos. (LANCEMZ)

 

Ficha Técnica

Arbitragem de Hany Eraky (Egipto) no

MARROCOS

1- Ismail El Ouariry, 4 - Zouhair Jabarry, 9 - Azzedine El Hamidy, 11- Anuar Frindi

 

SUPLENTES: 2- Kamal Yassine, 3- Mohamed Ghailani, 7- Souhail Bessak, 8- Mohamed Khabaz, 12- Yassir Abada, 13 - Hamza Boussedra, 14 - Driss Ghannham

 

TREINADOR: Oumar Sylla

 

MOÇAMBIQUE: 1 - Horácio “Morcego” Tivane; 3- Ângelo Tomás, 6 - Nelson Manuel, 10 - Rashide Simith, 11 - Hélio Mahota.

 

SUPLENTES: 5 - Gerson Chivale, 7- Yuran Malate, 9-António Namape Jr., 12- Gonçalves Bila, 13- Ramossete Cumbe, 14- Júlio Manjate, 15 - Elton Langa

 

TREINADOR: Abineiro Ussaca

Notícias Relacionadas
Ads - Anuncio 3
Todos os direitos reservados a Lance. Registrado no GABINFO: REGISTO: 57/GABINFO-DEPC/210/2022 .