desporto mocambicano

Análise de Carlos Aik: Sonho moçambicano de ter duas finalistas caiu por terra!

  • 313

O conceituado treinador moçambicano Carlos Aik, vencedor da última Taça dos Clubes Campeões Africanos de Basquetebol Sénior Feminino, analisa para o LanceMZ, a primeira fase da competição que decorre em Maputo e perspectiva aquilo que será a fase a eliminar a iniciar esta quinta-feira, 15 de Dezembro. Aik, olha para a prestação das equipas moçambicanas, Costa do Sol e Ferroviário, sobretudo aquilo que foi a actuação das jogadoras estrangeiras contratadas para esta empreitada.

 

A ANÁLISE DE CARLOS AIK

 

O sonho de ter duas equipas moçambicanas na final da competição, caiu por terra com a derrota do Costa do Sol, diante do Inter Clube de Luanda. Pelo que foi dado a observar pelas exibições de todas as participantes ao longo da fase de grupos, existem 3 potenciais candidatos que são as duas equipas Moçambicanas e a equipa Angola. 

 

Aliás Ferroviário de Maputo e Inter de Luanda são os crónicos finalistas desta competição. Na segunda linha dos candidatos poderemos indicar as equipas de ASVCD do Senegal e Sporting Club do Egipto. 

VEJA O RESUMO DO QUINTO DIA NO NOSSO YOUTUBE

 

Partindo do principio que o tour às meias-finais corra como se espera, isto é Ferroviário, Costa do Sol, Inter e Sporting vençam os seus adversários (atenção especial deve ser dada pelo Costa do Sol ao seu adversário do Senegal) , os confrontos das meias-finais a seguir entre as duas equipas de Moçambique  (Costa do Sol vs Ferroviário) e entre Inter e Sporting, podem ser de previsão difícil. 

VEJA O RESUMO DO QUARTO DIA NO NOSSO YOUTUBE

Um dado importante, é a quase garantia de que teremos uma equipa Moçambicana na Final. Será esse o objectivo mínimo ou o grande objective dos Moçambicanos? Recorde-se que até cerca das 20.30 do dia 17, a taça ainda pertence ao país. Será que irá pertencer por mais um ano? No dia 17 veremos. 

 

As equipas moçambicanas têm denotado melhorias ao longo da competição, com principal destaque para o Ferroviário que teve de se empenhar para vencer duas equipas fortes no seu grupo.  

 

VEJA RESUMO DO TERCEIRO DIA NO NOSSO YOUTUBE

Uma palavra sobre os reforços: a australiana do Costa do Sol, Bride Hopoate, mostra-se mais entrosada com a equipa  em virtude de ter chegado mais cedo e ter feito alguns jogos da Liga recentemente terminada, possui uma técnica individual apurada, mas tem evitado o jogo de contacto. Quando o jogo fica mais físico, a sua contribuição reduz bastante. Pelos jogos realizados, ainda não deu a perceber se joga na posição 4 ou 3, pois as dinâmicas ofensivas do coach Mabê são uma tentativa de baralhar os adversários. 

 

Quanto aos reforços do Ferroviário, pelas últimas exibições pode-se dizer que a base americana Chelsey Shumpert  parece mais entrosada com a equipa, embora em alguns momentos se agarre bastante a bola. Coach Nelito tem gerido os momentos do jogo entre ela e a Sílvia, embora sejam jogadoras muito distintas. Sílvia extremamente útil defensivamente, roubando muitas bolas. A Jogadora da posição 5, a também americana Catlin Jenkins, está mais atrasada no entrosamento, porém  tem ajudado bastante nos ressaltos. Ferroviário vai precisar das duas no seu melhor nível daqui para frente. (LANCEMZ)

Notícias Relacionadas
Ads - Anuncio 3
Todos os direitos reservados a Lance. Registrado no GABINFO: REGISTO: 57/GABINFO-DEPC/210/2022 .