desporto mocambicano

Leia Dongue de olho na WNBA mas concentrada na Liga Francesa

  • 519

A basquetebolista internacional moçambicana Leia “Tanucha” Dongue está em Maputo a passar as suas férias, antes de assumir um novo desafio na sua carreira, que passa por representar o Landerneau Bretagne Basket, da Primeira Liga Francesa. Dongue volta a terras francesas e aos 32 anos diz que não “fecha a porta a uma possibilidade de jogar na WNBA”, a Liga Feminina norte-americana tida como a maior do mundo.  

 VEJA O TEMA NAS MANCHETES LANCEMZ

Em Maio do presente ano, Leia Dongue terminou a sua ligação com, o Araski da Liga Espanhola, após deixar boa impressão no clube onde conseguiu médias fantásticas de 14.5 pontos por jogo, 6.4 rebotes e 2.1 assistências, figurando como uma das melhores jogadoras da equipa conseguindo inclusive arrecadar o título de MVP – Jogadora Mais Valiosa de várias jornadas.

 

Na hora de abraçar um novo desafio, Tanucha como é carinhosamente chamada pelos aficionados da modalidade em Moçambique, diz-se pronta para regressar em grande para a Liga Francesa, competição na qual esteve em 2020, pelo Nantes Rezé Basket, onde obteve sua melhor avaliação da carreira (30).

 

“O Campeonato Francês é muito bom, tem muitas jogadoras de referência mundial, é um regresso para aquela que consideram uma casa para mim, volto para França porque foi a melhor proposta que recebi e é um projecto que me inspirou muita confiança, daí que tomei esta decisão com a agência que comigo trabalha”, justificou Leia Dongue sobre este seu regresso à Liga Francesa.

 

DESFRUTAR O BOM DO BASQUETEBOL EUROPEU

 

Leia Dongue que começou a praticar a bola-ao-cesto na escola e depois teve a sua formação no Desportivo Maputo, contando com passagens por Angola, Espanha e França. Tanucha deixou o continente africano em 2018 para Girona na Espanha onde foi campeã nacional, depois no Campus Promete ainda em Espanha. Continuar a vencer é o objectivo.

 

“O objectivo é continuar a trabalhar, melhorar sempre a cada ano, para estar ao nível que sempre habituei ao povo e desde já agradecer esta oportunidade e ao povo moçambicano que sempre tem apoiada na minha carreira, esperando que assim o continuem neste novo desafio da minha carreira”, disse a atleta.

 

A poste moçambicana revelou que jogar na WNBA não é um sonho na sua carreira, mas não fecha as portas a uma possibilidade de jogar ao mais alto nível, tendo em conta que não sabe quando é que uma oportunidade se pode abrir.

 

“Não fecho a porta da WNBA, se um dia houver essa possibilidade de ir jogar nos Estados Unidos, estarei disponível. Este assunto não é gerido por mim, mas sim pela minha agência que olha para as oportunidades que são colocadas na mesa e acaba decidindo em função disso”, explicou a atleta.

 

Dongue diz sentir-se realizada por jogar no basquetebol europeu, pois “tenho estado a jogar nos melhores campeonatos do Mundo, em França e Espanha, enquanto não chegar uma oportunidade de jogar na WNBA vou desfrutando destas que tenho tido”.

Notícias Relacionadas
Ads - Anuncio 3
Todos os direitos reservados a Lance. Registrado no GABINFO: REGISTO: 57/GABINFO-DEPC/210/2022 .