A cidade de Maputo, concretamente o Hotel Polana, será palco no próximo dia 15 de Setembro da primeira edi&ccedi "/> A cidade de Maputo, concretamente o Hotel Polana, será palco no próximo dia 15 de Setembro da primeira edi&ccedi "/>
desporto mocambicano

Vem aí a Gala Lurdes Mutola

  • 126

A cidade de Maputo, concretamente o Hotel Polana, será palco no próximo dia 15 de Setembro da primeira edição da Gala Lurdes Mutola, uma iniciativa beneficente que tem como objectivo a angariação de fundos para os programas humanitários desenvolvidos pela Fundação que leva o nome da única campeã olímpica e mundial que o país viu nascer.

 

Por Alfredo Júnior

 

O evento está a ser preparado com todo acuidade e vai decorrer sob o tema: Desporto como Catalisador do Desenvolvimento. Esta iniciativa contará com a presença de figuras que marcaram a carreira de Maria de Lurdes Mutola de diversas formas, como é o caso do antigo Presidente da República, Joaquim Chissano.

 

O evento reunirá diversas personalidades, como sejam: Dirigentes, Corpo Diplomático, Empresários, Atletas e pessoas solidárias à causa.

Na Gala será atribuído o Prémio Lurdes Mutola, em jeito de reconhecimento atribuído anualmente a uma individualidade moçambicana que terá se destacado durante o ano em exercício na área de desporto a nível nacional ou internacional.

CARREIRA REPLETA DE SUCESSOS

Atleta e filantropa, Maria de Lurdes Mutola nasceu em Maputo, Moçambique, a 17 de Outubro de 1972. Mutola dominou por duas décadas a corrida de 800 metros no atletismo, até se aposentar em 2008.

 

Ganhou a primeira medalha de ouro para Moçambique numa olimpíada, concretamente nos Jogos Olímpicos de Sydney 2000, e venceu dez campeonatos mundiais (sete indoor). Ela ocupa o 17º lugar na lista das melhores marcas de todos os tempos dos 800 metros. Invicta em seis “meetings” de pista em 2003, foi a primeira a ganhar o prémio de um milhão de dólares da International Association of Athletics Federations – IAAF (Associação Internacional das Federações de Atletismo) pela Golden League Jackpot.

 

Quando jovem, jogou numa equipa de futebol para meninos e ganhou o campeonato local, mas foi afastada por ser menina, até ser descoberta pelo poeta moçambicano José Craveirinha que a encaminhou ao Grupo Desportivo Maputo, onde passou a praticar o atletismo e com 15 anos participou nas Olimpíadas de Seoul, em 1988.

 

Mutola ganhou uma bolsa para treinar em Oregon, Estados Unidos, com Margo Jennings: em apenas um ano, ela ficou em 4º lugar no Mundial de Tóquio, 5º nas Olimpíadas de Barcelona, e em primeiro na competição da IAAF em Havana (1992). Daí até 1996 ela ficou invicta em 50 finais e bateu muitos recordes. Entre outras conquistas, ganhou medalha de ouro nas Olimpíadas de Sydney e foi indicada para o top 10 da lista Track and Field News oito vezes, além de ser Atleta do Ano em 2003.

 

Em 2001, a moçambicana criou em Maputo a Fundação Lurdes Mutola, que oferece programas nas áreas de educação, desportos, cultura, empreendedorismo e ação social para crianças e jovens. (LANCEMZ)

Notícias Relacionadas
Ads - Anuncio 3
Todos os direitos reservados a Lance. Registrado no GABINFO: REGISTO: 57/GABINFO-DEPC/210/2022 .