desporto mocambicano

Sporting do Egipto aplica “chapa-100” as pentacampeãs e afasta Interclube da final

  • 151

O Sporting Clube de Alexandria do Egipto qualificou-se para a final da Taça dos Clubes Campeões Africanos de Basquetebol Sénior Feminino, ao derrotar por “chapa-100” a formação do Interclube de Angola, que foi surpreendida, pois partia na condição de favorita, mas acabou perdendo por 82-100. Assim, as egípcias marcaram encontro com as moçambicanas do Costa do Sol na final marcada para este sábado, pelas 18:30 Horas, no Pavilhão da Universidade Eduardo Mondlane.

 

Por Alfredo Júnior e FIBA (Fotos)

 

O Interclube chegou à final com uma série de cinco jogos sem derrotas nesta prova, mas teve pela frente uma equipa do Sporting Club motivada, daí que depois de um início em grande das angolanas com Italee Lucas a anotar 16 pontos, as vice-campeãs africanas terminaram a primeira etapa a vencer por 22-14.

 

Mas no segundo quarto veio ao de cima a letalidade de Cierra Dillard no lançamento exterior, sobretudo na linha dos três pontos em que concretizou três em cinco tentativas, puxando a sua equipa para uma reviravolta no marcador, pois contribuiu com 17 pontos que fizeram com que o Sporting saísse para o intervalo com uma vantagem de 11 pontos, com 40-51 no marcador.

 

No reatar da contenda, as egípcias voltaram a entrar melhor com Hagar Amer a aparecer no jogo, Cerra Dillard continuo a desequilibrar ao ponto de na metade deste quarto a vantagem das sportinguistas ter subido para 23 pontos, com o placard a assinalar 47-70. O treinador espanhol Julian Martinez via-se sem soluções para travar a capacidade ofensiva das adversárias, com Norhan Ahmed a aparecer no tiro exterior, levando a que no final desta etapa o resultado fosse de 62-85.

 

O treinador egipcio Mohamed Abdelrahman optou por fazer descansar as norte americanas Cierra Dillard e Shayla Cooper no inicio do terceiro quarto e as jogadoras egípcias que estiveram na quadra comandadas por Hagar Amer mantiveram a equipa na liderança do marcador, permitindo que as jogadoras mais influentes pudessem descansar já a pensar no jogo da final.   

 

Norham Ahmed que terminou o jogo com 19 pontos e 10 ressaltos foi a melhor unidade das egípcias que aplicaram uma improvável “chapa-100”as cinco vezes campeãs africanas, pois o Sporting venceu por convincentes 18 pontos de diferença, com o marcador a assinalar 82-100. (LANCEMZ)

Notícias Relacionadas
Ads - Anuncio 3
Todos os direitos reservados a Lance. Registrado no GABINFO: REGISTO: 57/GABINFO-DEPC/210/2022 .