desporto mocambicano

Liga Sasol 2022: No duelo entre “locomotivas” o de Maputo foi superior e Maxaquene alcança primeiro triunfo

  • 70

O Ferroviário de Maputo continua imparável no Grupo B da Liga Sasol de Basquetebol Sénior Feminino, tendo derrotado o seu homónimo da Beira por 68-49, numa jornada em que o Maxaquene chegou à sua primeira vitória ao ultrapassar o Mucopelinhas de Nacala por 52-47, numa partida equilibrada sobretudo no último quarto.

 

Por Redacção LanceMZ e Jaime Machel (fotos)

 

O Ferroviário da Beira entrou para a segunda jornada da Liga Sasol motivado pela primeira vitória na ronda anterior, mas essa animação foi logo resfriada pelo seu homónimo de Maputo que entrou disposto a mandar na partida, daí que logo no primeiro quarto já vencia por 11 pontos de diferença.

 

Com a prestação de Fátima Vilanculos que anotou 13 pontos e 6 ressaltos em toda partida, as “locomotivas” do Chiveve procuraram acompanhar o ritmo do seu oponente que ao intervalo já vencia por 15 pontos de diferença, 37-22 era o resultado ao cabo de 20 minutos de jogos.

 

A equipa de Nasir Salé apertou na defesa e conseguiu marcar 40 pontos na sequência de “turnovers” das adversárias, o que permitiu esticar a vantagem para 22 pontos (51-29), com 30 minutos de jogo. Com a experiência da base Dulce Mabjaia (15 pontos) e Anabela Cossa (12 pontos e três roubos de bola) o Ferroviário de Maputo facilmente conseguiu chegar à vitória por 68-49, numa partida em que somou a sua segunda vitória na competição.  

 

INEIDA CEHELENE ASSEGURA VITÓRIA TRICOLOR

 

Jogando no seu pavilhão o Maxaquene enfrentou a formação do Mucopelinhas de Nacala que entrou com vontade de equilibrar os pratos na balança, acreditando na possibilidade de derrotar as “tricolores” entraram a liderar a marcha do marcador que no final do primeiro quarto apresentava o resultado de 12-7.

 

O jogo seguiu tenso no segundo quarto, com as duas equipas a não aproveitarem as situações ofensivas, particularmente nos lançamentos exteriores, com o Maxaquene a conseguir um parcial de 10-8, que colocou o resultado em 22-15 ao intervalo.

 

Depois de sair do terceiro quarto com 14 pontos de desvantagem, 41-27 era o resultado, o Mucopelinhas puxadas por Mima Assane que anotou 12 pontos conseguiram reduzir a diferença pontual para três pontos nos últimos instantes do último quarto, mas a capitã Ineida Chelene autora de 19 pontos e 6 ressaltos conseguiu controlar o jogo, permitindo uma vitória apertada do Maxaquene por cinco pontos de diferença, com o marcador a assinalar o resultado final de 52-47.

 

Na terceira jornada, o Maxaquene terá a difícil tarefa de medir forças com o Ferroviário de Maputo, enquanto que o Ferroviário da Beira vai jogar com o Mucopelinhas de Nacala, num jogo que se espera equilibrado. (LANCEMZ)

Notícias Relacionadas
Ads - Anuncio 3
Todos os direitos reservados a Lance. Registrado no GABINFO: REGISTO: 57/GABINFO-DEPC/210/2022 .