desporto mocambicano

Black Bulls 6-0 Incomáti: Meia dúzia de golos açucarados na “tourada” do campeão

  • 289

Depois de uma derrota em casa e um empate fora de portas, o Campeão Nacional, a Associação Black Bulls, voltou às vitórias gordas no Moçambola. Quis o destino que fosse a turma do Incomáti de Xinavane a ser a primeira vítima de uma goleada à moda antiga, ou seja de seis bolas a zero, fazendo lembrar os triunfos alcançados pelos “touros” no seu recinto de jogos no ano passado. Diga-se de passagem, foram seis golos “açucarados”, ou seja de belo efeito, com um bis do capitão Melque.

 

Por Redacção LanceMZ

 

No seio dos “touros” reinavam uma espécie de impaciência após um arranque titubeante no Campeonato Nacional e o Incomáti de Xinavane afigurava-se como o adversário ideal para a desejada vitória da equipa orientada por Inácio Soares que começou com as setas apontadas à baliza contrária faltando o acerto com as redes.

 

A resistência da equipa forasteira só durou 16 minutos, pois após uma recuperação de bola a meio campo Hammed tirou um chapéu de abas largas ao guarda-redes Morcego que se esticou mas não conseguiu evitar o golo inaugural.

 

Dois minutos depois foi a vez de Hammed fazer uma assistência desta feita para Victor que sem oposição atirou com toda facilidade para o fundo das redes do Incomáti de Xinavane fazendo o segundo golo da tarde.

 

E foi com o jogo a ter um único sentido, o da baliza da equipa visitante, que a partida chegou ao intervalo.

 

Na segunda etapa da contenda a Black Bulls continuou a imprimir uma dinâmica ofensiva que não dava tempo a defesa “açucareira” para respirar e foi assim que aos 49 minutos Melque aparece na zona da grande área a rematar para o terceiro golo da tarde.

 

A partida assumiu contornos de goleada aos 63 minutos, com novamente Melque a aparecer em destaque ao corresponder com um voo ao centro de Victor e de cabeça rematar para o quarto golo da Black Bulls.

 

Pouco depois, a trave da baliza de Morcego negou o golo à equipa da casa, situação idêntica registada ao minuto 80 quando a bola é devolvida pela base da baliza da equipa forasteira, mas quis o destino que Anacleto estivesse no lugar certo para encostar a bola para o fundo das redes fazendo o quinto golo da tarde.

 

E a contagem dos golos foi encerrada por Djibril que veio do banco para aos 82 minutos apontar o sexto golo para a equipa de Inácio Soares e o campeão nacional tirou a barriga da miséria que estava a ser o arranque do Moçambola 2022. (LANCEMZ)

Notícias Relacionadas
Ads - Anuncio 3
Todos os direitos reservados a Lance. Registrado no GABINFO: REGISTO: 57/GABINFO-DEPC/210/2022 .